Gareth Taylor disse que Khadija ‘Bunny’ Shaw está disponível para o confronto do Manchester City contra o Chelsea.

Depois de ter iniciado em nossa difícil vitória por 1 a 0 na FA Cup sobre o Arsenal na última partida, a jamaicana foi substituída por Maria Fowler aos 67 minutos antes Laia Aleixandri marcar o único gol do jogo.

O treinador havia explicado que a jogadora de 27 anos estava com uma distensão na panturrilha.

Mas, antes de nosso encontro com a equipa de Emma Hayes na sexta-feira, 16 de fevereiro, Taylor revelou que a atacante está apta para enfrentar as líderes da liga.

baixe o MAN CITY APP

“Ela [Bunny] está bem, é algo que ela está gerenciando, mas está ansiosa para ir”, expressou Taylor.

“Ela é muito importante para nós e tem sido um ponto focal para a equipe e nosso sucesso.

“Ela está sempre levando pancadas pela forma como joga, ela é física e aguenta pancadas.

“Ela nunca estará 100%, mas é muito raro que as jogadoras estejam, com a carga pesada que temos”.

O City enfrenta o Chelsea uma posição e três pontos atrás da equipe de Londres e com uma sequência de 10 vitórias consecutivas em todas as competições.

Será nosso segundo encontro com as atuais campeãs, após o empate em 1 a 1 no jogo reverso, no Joie Stadium, em outubro.

Taylor diz que ele e sua equipe estão confiantes antes de nossa viagem à capital e entusiasmados com o desafio da equipe de Hayes.

Ele acrescentou: “Antes do Arsenal, eu disse que as margens seriam estreitas. Você está sempre entendendo que algo pode acontecer.

“Você espera margens estreitas com duas equipes decentes em boa forma.

“Estamos entusiasmados com o desafio. Termina um período de jogos em diferentes competições antes da pausa internacional, mas estou muito impressionado com a dinâmica da equipe.

“[Registrar] 10 vitórias [seguidas] é fenomenal em todas as competições. Isso despertou grande confiança e estamos entusiasmados”.