Gareth Taylor descreveu a pressão de Khadija “Bunny” Shaw como “magnífica” depois que a jamaicana marcou mais três gols na merecida vitória sobre o Liverpool.

O último hat-trick da atacante ajudou o City a registrar uma vitória por 5 a 1, com Chloe Kelly e um gol contra de Gemma Bonner garantindo a merecida vitória no Joie Stadium.

A vitória garantiu que as anfitriãs voltassem a ficar a apenas três pontos da liderança da Barclays Women’s Super League, enquanto Shaw voltou ao topo da tabela de artilharia com seu terceiro hat-trick nos últimos quatro jogos na liga.

Mas foi o desempenho da atacante longe dos gols que realmente chamou a atenção do treinador.

Ele disse: “O mais impressionante para mim em relação à Bunny é que você sabe que ela marcará gols, mas são as outras partes do seu jogo.

“Seu jogo de defesa melhorou muito e a forma como ela pressionou foi magnífica.

“Quando pensamos em sua transição para o clube, ela teve que competir com Ellen White pela camisa nove, mas agora e na última temporada ela assumiu o posto sozinha.

“Ela tem um histórico comprovado pelo seu país e, quando jogou na França, superou todas as melhores jogadoras.

“Você sabe que o talento está lá e que ela está trabalhando duro em seu jogo, e ela também aprecia as oportunidades que recebe de suas companheiras de equipe”.

Barclays WSL
1 Chelsea FC Chelsea Chelsea 22 18 1 3 71 18 53 55 WLWWW
2 Manchester City Manchester City Man City 22 18 1 3 61 15 46 55 WWWLW
3 Arsenal Arsenal Arsenal 22 16 2 4 53 20 33 50 WWDWW
Última atualização: 19 May 2024

Taylor também forneceu uma atualização sobre a condição de ambas Kerstin Casparij e Lauren Hemp, que foram forçadas a sair por lesão.

Casparij foi substituída logo aos dez minutos de jogo após entrada de Missy Bo Kearns, enquanto Hemp recebeu um choque feio da goleira do Liverpool, Teagan Micah.

Felizmente, a avaliação inicial do treinador foi de que não havia muito motivo para preocupação.

CITY+ | assista a CITY v UNITED pela CONTI CUP

“Ela está absolutamente bem”, disse o treinador sobre a lesão de Hemp.

“Não parecia muito bom, mas ela estava bem e queria voltar e jogar mais um pouco, mas eu não quis correr o risco.

“Ela colocou muita energia no jogo e foi muito boa sem a bola também. Ela está absolutamente bem.

Kerstin Casparij está bem, ela pode ficar dolorida por alguns dias, mas não há danos estruturais.

“É apenas um pequeno corte e um pouco de inchaço”.