Bunny Shaw diz que ela e suas companheiras do City mal podem esperar para voltar ao Etihad Stadium para enfrentar o Manchester United.

A equipe de Gareth Taylor enfrenta nossos rivais no sábado, 23 de março, com início marcado para 12h30 (Reino Unido).

Apenas o saldo de gols separa o City do topo da Barclays Women’s Super League, enquanto o United espera dar um impulso às suas perspectivas europeias no último derby da temporada.

Tudo aponta para uma disputa emocionante, e Shaw sente que, se o City se concentrar em seu próprio desempenho, teremos o que é preciso para sair vitoriosos contra nossos rivais pela terceira vez nesta temporada.

“Estamos muito entusiasmadas. Esse jogo, a magnitude dele, espero que muitas pessoas possam vir e nos apoiar”, disse a jamaicana.

“É um grande jogo e quem não gosta de um derby? Só temos que focar em nós mesmas, estamos num bom momento e muito confiantes.

“Vamos jogar um jogo de cada vez, é claro, mas estamos ansiosas por esse jogo”.

Shaw deixou sua marca no primeiro derby de Manchester da temporada, quando o City venceu por 3 a 1 em Old Trafford em novembro de 2023.

A jamaicana fechou o placar em circunstâncias fortuitas ao bloquear um chutão de Mary Earps, com o ricochete caindo na rede das anfitriãs para completar uma merecida vitória de virada.

Foi a primeira derrota competitiva do United em Old Trafford e um momento do qual Shaw se lembra com carinho.

Falando sobre seu gol, ela acrescentou: “Shaun [Goater] e Gaz [Gareth Taylor] falaram comigo sobre pressionar a saída de bola. Quando estamos na frente, posso sentir a energia das meninas atrás me empurrando.

PRÓXIMA PARTIDA

CALENDÁRIO

FA WSL

Man City
Manchester City

GMT

Man United
Manchester United FC

“Levei uma pancada e saí, e aí, quando entrei, lembro de dizer para mim mesmo que só vou pressionar a bola, não me importo para onde ela vai.

“Às vezes você se encontra em certas situações como essa em que estou literalmente apenas tentando impedir que a bola vá longe e ela vai parar no gol.

“Acho que trabalhamos muito na pressão, então ver o resultado valer a pena, especialmente naquele jogo, também ajudou a minha confiança”.