Masculino

City em Mundiais: a Copa do Mundo de Pep e Txiki

O técnico e o diretor de futebol do City também compartilharam suas únicas Copas do Mundo como jogadores de futebol em 1994.

Traduzido por Guilherme Osinski

Eles compartilham uma filosofia de futebol, sucessos dentro e fora do campo e também disputaram juntos a única Copa do Mundo de suas carreiras, nos Estados Unidos, em 1994. Pep Guardiola e Txiki Begiristain viveram um dos momentos mais marcantes da história da Espanha em Copas do Mundo.

A fotografia de Luis Enrique, atual técnico espanhol, com o nariz quebrado e a camisa branca ensanguentada foi uma das imagens mais impressionantes naquela Copa nos Estados Unidos.

Em 9 de junho de 1994, no Foxboro Stadium, em Massachusetts, a seleção espanhola mais uma vez se deparou com uma eliminação de Copa do Mundo, que a impediu de passar das quartas de final, feito antes alcançado em 1950.

A Espanha de Javier Clemente encarou a Itália no jogo que valia vaga na semifinal de 1994. Foi melhor, mas os italianos tomaram a dianteira já no fim da partida, com um gol do craque Roberto Baggio, faltando apenas três minutos para o fim do jogo. 

Em seguida, já nos acréscimos, veio a cotovelada de Mauro Tassotti em Luis Enrique, mas o árbitro húngaro Sandor Puhl não viu o lance. O então zagueiro do Milan seria suspenso por oito partidas e nunca mais jogaria pela Azzurra.

"Viemos para ganhar a Copa do Mundo e o time mostrou que pode, mas perdemos no jogo em que jogamos melhor. É coisa do futebol", declarou o técnico espanhol Javier Clemente após a derrota.

Em 1994, os Estados Unidos trocavam pela primeira vez o futebol americano pelo Soccer, como o esporte mais popular do mundo é conhecido no país. A Copa do Mundo voltará aos Estados Unidos em 2026, quando sediará o evento junto com México e Canadá. Em 1994, o Brasil se sagraria tetracampeão na primeira final decidida nos pênaltis.

Sete companheiros do Barcelona de Johan Cruyff, que havia conquistado quatro campeonatos espanhois consecutivos e a primeira Copa da Europa da história do Clube em 1992, acompanharam Pep e Txiki naquele Mundial. Andoni Zubizarreta, Albert Ferer, Sergio Barjuan, Miquel Ángel Nadal, José Mari Bakero, Jon Andoni Goikoetxea e Julio Salinas.

Algumas semanas antes, o time do Barça havia sido derrotado por 4 a 0 em Atenas na final da Copa Europeia contra o Milan de Fabio Capello. 

"Acreditamos que podemos fazer algo muito importante, algo que a Espanha nunca fez em uma Copa do Mundo", declarou Pep Guardiola antes do mundial de 1994.

A Espanha começaria a Copa do Mundo de 94 com um empate em 2 a 2 contra a Coreia do Sul e também empataria em 1 a 1 contra a então atual campeã Alemanha. A equipe de Clemente garantiria a classificação para as oitavas de final na última rodada, com vitória por 3 a 1 sobre a Bolívia, com gol de Pep de pênalti para abrir o placar.

A equipe cresceria de produção e aumentaria as expectativas nas oitavas de final, com uma boa vitória por 3 a 0 sobre a Suíça. Txiki foi ao gramado do Robert F. Kennedy Memorial Stadium, em Washington, e selou a passagem para as quartas de final, com um gol de pênalti aos 41 minutos do segundo tempo.  Fernando Hierro e Luis Enrique marcaram os outros dois gols. 

Txiki não voltaria à seleção após aquele Mundial. Pep, campeão olímpico dois anos antes em Barcelona, ​​havia sido convocado pela primeira vez naquele mesmo 1992 para um amistoso contra a Inglaterra em Santander e estrearia finalmente no dia 14 de outubro em Belfast contra a Irlanda do Norte.

Pep não disputou a Eurocopa de 1996 e perdeu as Copas do Mundo de 1998 na França e Japão-Coreia 2002, devido a lesões.

Mancity.com

31?
loading