Masculino

Guardiola elogia a paciência de Stones

Guardiola elogia a paciência de Stones
Pep Guardiola diz que John Stones terá oportunidades de jogar, apesar de não ter jogado pelo City até agora nesta temporada.

O zagueiro da Inglaterra fez o seu 53° jogo com a Seleção no meio da semana e também marcou no empate de 1-1 com a Hungria, levando Guardiola a ser questionado se ele jogará sábado em casa contra o Burnley.

“Vamos decidir o que vai acontecer esta tarde”, disse Pep.

“John Stones foi tão importante para nós na temporada passada, estava jogando incrivelmente bem ao lado de Ruben (Dias)."

“Mas no início desta temporada, Aymeric Laporte jogou tão bem ao lado de Ruben e é justo deixá-lo jogar."

“O John é um cara excepcional; ele sempre sabe da a situação e está lutando."

“Prorrogamos o contrato dele para os próximos anos e ele será muito importante para nós."

Aymeric ganhou os minutos em campo. Sempre dou oportunidades aos jogadores, o tempo todo."

“Alguns jogam mais, é normal, mas todos jogam. É o momento de mostrar como eles são bons."

“Quero colocar todos para jogar, mas só posso selecionar 11. Se eles querem jogar mais, não posso garantir."

“Nem John, nem Ruben, nem Kevin (De Bruyne), nem Phil (Foden). Essa é a realidade nos clubes de ponta. É difícil tomar uma decisão, mas é o que é."

"Não ha alternativa. O jeito é treinar mais forte. E quando você jogar, o que vai acontecer, me mostre que você estava certo e que eu deveria ter escolhido você."

“Esta é a única coisa que eu sabia como jogador de futebol e que sei como técnico, como você deve reagir a essas situações.”

Questionado sobre como ele lidou com ser deixado de fora ocasionalmente durante sua carreira de jogador, Pep sorriu: “Eu fui um jogador excepcional. Nunca estive no banco. Sempre estava brincando. Eu era muito bom. Sinto muito!"

“Quando aconteceu, o futebol me educou muito bem para dizer que quando você não joga, tem que ser melhor e lutar mais."

“Se perdermos e entendermos que o outro time é melhor, eu os cumprimento e sigo em frente."

“Se eu não fosse selecionado, o treinador tinha outra opinião, e eu respeitei sua decisão e tive que trabalhar muito para convencê-lo a me por pra jogar."

“Alguns jogadores aceitam mais, como John por exemplo, que está sempre jogando bem."

“Alguns jogadores sofrem mais. Aqui e em todos os clubes do mundo. Você tem que lutar e no final há uma janela de transferência, e você tem que decidir o que quer fazer."

“Quem não joga deve aceitar a minha decisão."

“Eu sou o técnico. Não tomo decisões em benefício do jogador, acho o melhor para a equipe vencer os jogos."

“É por isso que estamos aqui, para fazer os fãs, donos, chefes felizes e orgulhosos do que fazemos. É a única solução para seguir em frente. ”

Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?
loading