Masculino

"Cruyff teria me dito para ficar no City"

"Cruyff teria me dito para ficar no City"
Pep Guardiola acredita que seu grande mentor teria aprovado sua decisão de estender seu contrato com o City.

O nosso treinador assinou hoje um novo contrato com o qual está ligado ao City até 2025. O técnico catalão acredita que Cruyff teria apoiado a sua aventura inglesa.

Cruyff foi amplamente considerado um dos pensadores mais inovadores do futebol, tanto como jogador quanto como técnico, e se tornou uma figura icônica no esporte.

O internacional holandês jogou pelo Barcelona durante a infância de Guardiola e mais tarde administrou o clube quando Guardiola se tornou uma figura-chave no meio-campo. 

Guardiola explicou que Cruyff, que morreu em 2016, ficaria orgulhoso do trabalho que fez em Manchester até agora.

Questionado em entrevista ao Clube qual teria sido o conselho do seu mentor no que diz respeito à assinatura de um novo contrato, o treinador foi contundente.

Guardiola explicou: “Acho que ele aprovaria a renovação do meu contrato por mais dois anos! Tenho certeza que Johan Cruyff diria isso."

“Lá de cima está feliz agora. Sempre tenho a sensação de que é triste que ele não possa estar aqui para curtir com todos nós. Somos filhos dele, Txiki e eu”.

A filosofia futebolística de Guardiola foi inspirada no seu relacionamento com Cruyff.

O treinador catalão está, sem dúvida, a influenciar os jogadores e treinadores com quem trabalha.

Ele trabalhou com vários assistentes que atualmente fazem sucesso fora do City, incluindo o atual técnico do Arsenal, Mikel Arteta; o do Galatasaray, Domènec Torrent; e o técnico do Al Sadd SC, Juanma Lillo.

Agora Rodolfo Borrell, Carlos Vicens e Enzo Maresca o acompanham como treinadores da primeira equipe, com excelente suporte técnico do treinador de goleiros Xabier Mancisidor, do preparador físico Lorenzo Buenaventura e do técnico de análise de desempenho Carles Planchart, entre outros.

Depois de elogiar os auxiliares, o técnico revelou a alta cobrança que faz a eles:

“Em primeiro lugar, devemos destacar a qualidade que eles têm como seres humanos. Caso contrário, eles não estariam aqui", disse.

“Digo aos meus assistentes que o que fizemos não é suficiente. Eles têm que se aprimorar, mostrar que querem estar aqui para nos ajudar, para melhorar o clube como um todo”.

Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?
loading