Pep Guardiola diz que Kevin De Bruyne estará com o elenco que enfrentará o Bournemouth neste sábado pela Premier League.

O astro belga estava no banco de reservas na nossa vitória por 1 a 0 sobre o Brentford na noite de terça-feira, com o treinador dizendo que havia decidido não arriscá-lo porque o jogador continuava com “pequenos desconfortos”.

Guardiola disse que foi uma opção correta e esperaria pela sessão de treinos da tarde de sexta-feira antes de decidir pela escalação inicial para a partida no estádio Vitality, às 17h30 GMT (horário britânico), com a inclusão de De Bruyne sendo uma possibilidade.

“Ele está bem, não está contundido”, disse o comandante do City durante sua entrevista coletiva na sexta-feira. “Ele está se sentindo melhor.”

“Eu não sei se ele está 100%, mas nós tomamos uma boa decisão, de não arriscar, independentemente do resultado [contra o Brentford]. Se o resultado não tivesse sido positivo, as pessoas perguntariam por que ele não havia jogado. Ele não estava se sentindo confortável.”

“Temos treino às 16h (GMT). No dia seguinte ao jogo, ele não treinou, e ontem todo mundo estava de folga, mas ele treinou sozinho.

“Hoje vamos avaliar. Tenho certeza de que ele vai viajar.”

O City teve o reforço da volta de Mateo Kovacic à equipe titular no fim de semana passado, com o meio-campista saindo do banco para participar da vitória sobre os Bees.

Entretanto, seu colega croata Josko Gvardiol não entrou em campo desde nossa vitória por 3 a 1 sobre o Brentford em 5 de fevereiro, enquanto Jack Grealish sofreu uma contusão muscular que o tirou de campo no primeiro tempo da nossa vitória por 3 a 1 sobre o FC Copenhagen no dia 13.

Nenhum dos dois está considerado para viajar para Bournemouth, mas o comandante do City diz que há notícias positivas sobre a recuperação de ambos.

“Nesta semana, não [eles não serão aproveitados], mas eles estão perto de ser”, acrescentou Guardiola.

“Preciso falar com os médicos. Não sei. Quando eu souber, eu digo a vocês.”