Crônica da Partida

Um show para fechar a conta da Premier League

Um show para fechar a conta da Premier League
Premier League
Premier League
dom 26 jul
5
0
Gabriel Jesus 
(11’), 
Kevin De Bruyne 
(46’, 90’), 
Raheem Sterling 
(79’), 
Riyad Mahrez 
(83’)
Ver melhores momentos
Despedida de David Silva, luva de ouro para Ederson e recorde de KDB na goleada sobre o Norwich

A última partida do City na Premier League 2019/20 se transformou em um dia completo. Um show de De Bruyne, acima até do que já estamos acostumados; a emocionante despedida de David Silva da competição; e a luva de ouro para o goleiro Ederson.

Cinco gols deram o tom do time que mais uma vez ultrapassou a barreira dos 100 anotados na competição.

o que aconteceu

Apesar do domínio do City, foi o Norwich quem balançou as redes primeiro - apenas para ver seu gol anulado pelo VAR. Aos 8 minutos, Hernandez acertou o canto de Ederson, mas foi pego em impedimento.

O City reagiu logo depois e abriu o placar quando Sterling e De Bruyne tabelaram, Silva não conseguiu finalizar e Gabriel Jesus apareceu para colocar ela lá dentro. O próprio Gabriel Jesus teve a chance de ampliar, mas chutou para fora.


                        Jesus abriu o placar aos 11 minutos
Jesus abriu o placar aos 11 minutos

O Norwich assustou de novo quando Pukki apareceu de frente para Ederson - mas o goleiro brasileiro fez uma ótima defesa.

Antes do apito soar para o intervalo, Kevin De Bruyne decidiu que era hora de fazer mágica. O belga tirou o defensor do Norwich para dançar e acertou um chutaço no ângulo.

Antes do apito soar para o intervalo, Kevin De Bruyne decidiu que era hora de fazer mágica. O belga tirou o defensor do Norwich para dançar e acertou um chutaço no ângulo.

Mas o City decidiu deixar o melhor para o final. Um passe de De Bruyne deixou Sterling em ótima condição para marcar e ele não perdoou. Foi o centésimo (!) gol do City na Premier League 2019/2020 e a 20ª assistência de De Bruyne, que igualou o recorde de Thierry Henry como maior garçom em uma só temporada.


                        Um gol absurdo de Kevin De Bruyne fez o primeiro tempo terminar em 2-0
Um gol absurdo de Kevin De Bruyne fez o primeiro tempo terminar em 2-0

Uma roubada de bola do mesmo De Bruyne foi a origem do quarto gol, com uma bela finalização de Mahrez.

Aos 84 minutos, o momento mais emocionante da partida: a saída de David Silva para entrada de Bernardo. Foi a última participação do Mago pela Premier League. Aplausos gerais no Etihad Stadium para um dos maiores jogadores a passar pela competição.

Mas De Bruyne queria mais. Após uma tentativa de Mahrez, a bola sobrou limpa para o belga pegar de primeira, em cheio, e fechar a conta do City na Premier League 2019/20. Uma despedida que teve de tudo e terminou com um show.

a luva de ouro é brasileira

Ao manter o placar em branco pela 16ª vez nessa Premier League, Ederson garantiu o prêmio de Luva de Ouro da temporada. Seu principal competidor, Nick Pope, do Burnley, foi vazado contra o Brighton.

Um prêmio merecido ao brasileiro, que mais uma vez se mostrou uma fortaleza no gol do City.

um recorde histórico

A tarde de Kevin De Bruyne não poderia ser melhor. Além dos dois gols espetaculares, sua assistência para Sterling o colocou num patamar histórico na Premier League.

Ao terminar a temporada com 20 assistências, o belga se igualou a Thierry Henry no topo da lista, que estabeleceu o recorde em 2002/03.


                        Tivemos a honra de ver El Mago pela última vez na Premier League
Tivemos a honra de ver El Mago pela última vez na Premier League

o que isso significa

O City já tinha confirmado a segunda colocação há muitas rodadas, mas a vitória na última partida da Premier League significa um fim de temporada em alta.

Foram 81 pontos, com 26 vitórias e 102 gols marcados.

o que vem seguir

Com todas as competições domésticas encerradas para o City, o foco é total na Liga dos Campeões. 

No dia 7 de agosto, temos o Real Madrid pela frente valendo vaga nas quartas de final. A vantagem é nossa, obtida em uma vitória por 2-1 no Bernabéu.

escalações

CITY XI: Ederson, Walker, Garcia (Fernandinho 45), Laporte, Cancelo, Rodrigo (Gundogan 45), De Bruyne, Silva (C) (Bernardo 85), Foden (Mahrez 45), Sterling, Jesus.

BANCO: Carson, Stones, Zinchenko, Bernardo, Mendy, Otamendi.

NORWICH: Krul, Aarons, Godfrey, Zimmermann, Lewis, McLean, Stiepermann, Cantwell, Rupp, Hernandez, Pukki

BANCO: McGovern, Mair, Thomas, Famewo, Vrancic, Adshead, Martin, Idah

Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?