O City chega à última pausa internacional de 2023 no topo da tabela da Premier League.

A equipe de Pep Guardiola, vencedora da tríplice coroa na última temporada, começou a nova campanha de forma excelente, conquistando 28 pontos nos primeiros 12 jogos.

Depois de suspeitas de fora do clube durante a pré-temporada de que sofreríamos uma espécie de ressaca dos sucessos do último ano, lideramos o caminho novamente neste estágio inicial.

Para conquistar o quarto título consecutivo da Premier League, algo inédito, teremos de superar times como Arsenal, Liverpool e Tottenham Hotspur, que estão todos a dois pontos de nós.

Se considerarmos que já garantimos a classificação para as oitavas de final da Liga dos Campeões, o início de 2023/24 foi positivo.

Quando voltarmos à ação nacional com a visita do Liverpool no sábado 25 de novembro, o futebol de clube será o centro das atenções até março.

Esse período definirá quais equipes chegarão à reta final da temporada com chances de conquistar o título.

Antes disso, vamos dar uma olhada nas estatísticas de nossos 12 jogos da liga até agora.

BOLA NA REDE

Nossos 32 gols até agora nos fazem o melhor ataque da liga, com o Aston Villa em seguida, com 29. Nossa contagem significa que temos uma média de 2,66 gols por jogo.

Esse total é impulsionado por vitórias significativas em casa contra Bournemouth e Fulham, mas vitórias convincentes contra Burnley e Manchester United também foram importantes.

Como equipe, nosso xG até agora foi de 24,8, o que significa que estamos terminando extremamente bem em comparação com o resto da divisão.

Depois de quebrar muitos recordes em sua temporada de estreia, Erling Haaland está novamente liderando a corrida pela Chuteira de Ouro.

O norueguês tem 13 gols em 12 jogos e marcou seu sétimo hat-trick no City e o quinto na Premier League contra o Fulham. O restante da liga combinada conseguiu apenas nove hat-tricks desde o início da última temporada.

Ele agora tem 49 gols em 47 jogos na Premier League e precisa de um nos próximos 17 jogos para estabelecer o recorde de jogador mais rápido a chegar aos 50 gols. Ele marcou vários gols em um único jogo em 13 ocasiões nessas 47 partidas.

Seus 13 gols nesta temporada foram marcados em 46 chutes com um xG de 12,7, incluindo três gols de pênalti.

Julian Alvarez é o próximo em gols marcados, com quatro até agora.

Phil FodenRodrigo e Bernardo Silva fizeram três gols cada e Manuel Akanji, Nathan Ake e Jeremy Doku têm dois cada um.

ASSISTÊNCIAS

Muitos esperavam que a ausência de Kevin De Bruyne acabasse prejudicando a criatividade da equipe.

Como já foi dito, estamos marcando muitos gols.

Doku teve um início de vida brilhante em Manchester e iluminou muitos dos jogos em que foi selecionado. O destaque é, obviamente, suas quatro assistências e um gol contra o Bournemouth.

Com 21 anos e 161 dias, ele se tornou o jogador mais jovem da história da Premier League com participação em cinco gols em um único jogo, além de ser o jogador mais jovem a dar quatro assistências em um único jogo.

Com isso, ele chegou a cinco assistências na Premier League até o momento, atualmente a terceira melhor marca do campeonato, atrás de Pedro Neto, do Wolves (sete), e Kieran Trippier, do Newcastle (seis).

O belga também é crucial para o City em termos de carregar a bola para o ataque, tendo feito 67 conduções progressivas até o momento. Isso é apenas menos do que Kaoru Mitoma, Raheem Sterling e Dejan Kulusevski entre os 20 times.

Alvarez deu assistência para gol em quatro ocasiões, enquanto Foden, Haaland e Bernardo fizeram isso três vezes cada.

Rodrigo tem duas assistências, enquanto quatro jogadores deram uma assistência cada um até agora.

Enquanto De Bruyne tem sido o melhor armador da divisão há muitos anos, a equipe está se esforçando para ajudar a suprir sua ausência.

DefeSA

Nossos 12 gols sofridos em 12 jogos são o terceiro menor número de gols na liga, atrás dos adversários mais próximos, Liverpool e Arsenal. Ambos sofreram 10 gols.

Ederson é um dos cinco goleiros com quatro jogos sem sofrer gols, um atrás de Sam Johnstone e Nick Pope.

O brasileiro fez 19 defesas, o 19º maior número de todos os goleiros que jogaram na liga até agora, o que sugere que ele está sendo bem protegido pelos defensores à sua frente.

Foram 32 chutes em nosso gol, enquanto os jogadores de campo bloquearam 23 chutes a gol.

Stefan Ortega Moreno também jogou em uma partida da Premier League – a vitória por 2 a 1 sobre o Brighton após o intervalo internacional de outubro.

Como sempre acontece com nossos goleiros, é preciso mais do que apenas parar o chute, e Ederson completou uma média de 33 passes por jogo até agora.

Como era de se esperar de um time do City que passa a maior parte do tempo no campo do adversário, são os nossos meio-campistas que lideram em termos de desarmes. Rodrigo e Doku fizeram 11 cada, com Mateo Kovacic em seguida, com 10.

Estamos muito distantes dos líderes nessa métrica na divisão, porque dominamos a bola na maioria dos nossos jogos.

Posse de bola

A média de 62,6% de posse de bola do City, líder da liga, fez com que tivéssemos 9.625 toques na bola até agora nesta temporada. Isso é pouco mais de 100 a mais do que o Brighton, em segundo lugar.

Isso resultou em um número impressionante de 7.733 passes, o que significa que temos uma média de 644 a cada jogo.

Não é nenhuma surpresa ver Rodrigo liderando o caminho para o City aqui, mesmo tendo perdido dois jogos por suspensão. Ele deu 999 passes no total até o momento, tendo apenas Lewis Dunk, do Brighton, e William Saliba, do Arsenal, à sua frente.

Rodrigo está entre os três primeiros colocados em número de passes feitos em todas as temporadas desde que chegou ao City.

RECORDE em CASA

O City não deixa de vencer no Etihad Stadium desde 31 de dezembro de 2022. Em todas as competições, isso significa 23 vitórias consecutivas, das quais 15 foram na Premier League.

As 24 vitórias consecutivas do Sunderland em casa em 1891 e 1892 continuam sendo o recorde absoluto.

Nossa casa funcionou como uma fortaleza durante as inacreditáveis conquistas da última temporada e continua assim nesta campanha, com vitórias consecutivas na Premier League.

Já marcamos 16 gols em casa e sofremos apenas três.