Masculino

A última barreira do City

A última barreira do City
O sonho europeu já cruzou City e PSG nas quartas de final da Liga dos Campeões de 2016. A equipe de Manuel Pellegrini empatou.

Manchester City e Paris-Saint Germain, consagrados entre os grandes nomes da Europa na última década, compartilham o desejo de se tornar a 23ª equipe a inscrever seu nome na base da Taça Européia, e ser o primeiro campeão desde o Chelsea em 2012.

Dominantes em suas ligas, ambos enfrentaram a árdua e laboriosa tarefa de derrubar suas barreiras particulares na Liga dos Campeões. Esta é a segunda semifinal de ambos.

Em 2016, o City quebrou a barreira da eliminação pela primeira vez em sua história, após falhar na fase de grupos em 2013 e cair duas vezes consecutivas nas quartas de final contra o Barcelona.

A equipe de Manuel Pellegrini tirou o PSG das semifinais. Sendo assim os franceses cairam nas quartas de final pela quarta temporada consecutiva (Barcelona em 2013, o Chelsea em 2014 e novamente contra o Barcelona em 2015).

As partidas anteriores a essa eliminatória tiveram no centro das atenções a parceria entre Yaya Touré e David Silva no meio de campo, a fé na capacidade de Sergio Agüero de decidir uma partida (21 gols naquele momento do percurso) ou a confiança da dupla de zaga central formada por Vincent Kompany e Nico Otamendi.

WATCH: City 2-1 Dortmund: Melhores Momentos

Apenas Kun, Fernandinho e Kevin De Bruyne estarão no atual time do City. Ángel Di María, Layvin Kurzawa, Marquinhos e Presnel Kimpembe, continuam na equipe de Laurent Blanc cinco anos depois.

As quartas-de-final da Champions League 2015/2016 foram a grande carta de apresentação na Europa para De Bruyne, contratado do Wolfsburg no verão anterior. O belga foi descoberto como o fator de desequilíbrio de um empate que ele próprio começou a tingir de azul claro com o 0-1 no Parc des Princes, em um duelo que terminaria com um empate 2-2, depois da virada com gols de Zlatan Ibrahimivic e Adrien Rabiot. Fernandinho empatou para permitir que o City liderasse o jogo de volta.

Em Manchester, KDB marcou um de seus melhores gols com a camisa do City e selou seu caminho para as semifinais contra o Real Madrid. Desde então o jovem belga consolidou-se como um dos melhores meio-campistas do mundo, um dos pilares do sucesso da equipe de Pep Guardiola e colecionador de prêmios individuais por sua contribuição ao grupo .

O City retorna às semifinais da Liga dos Campeões após cinco anos. O PSG nunca tinha conseguido isso até a temporada passada, depois de permanecer nas oitavas de final nos três anos anteriores, conseguiu chegar a uma final pela primeira vez em sua história, na qual perdeu para o Bayern.

Depois de passar pelas quartas-de-final pela primeira vez desde a chegada de Pep Guardiola, a equipe agora busca derrubar a última barreira que resta ao clube e lutar pela Taça mais importante da Europa no dia 29 de maio, em Istambul.

Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?
loading