Crônica da Partida

City despacha o Chelsea em Londres

CAPITAL PERFORMANCE: A clinical first half display from the lads!
Premier League
Premier League
dom 3 jan
1
3
Callum Hudson-Odoi 
(91’)
Ilkay Gündogan 
(18’), 
Phil Foden 
(21’), 
Kevin De Bruyne 
(34’)
Ver melhores momentos
O City teve um desempenho empolgante na vitória por 3 a 1 contra o Chelsea em Stamford Bridge.

No espaço de 16 minutos dentro da primeira etapa, a equipe de Pep Guardiola passou por cima dos comandados de Frank Lampard.

Os gols de Ilkay Gundogan, Phil Foden e Kevin De Bruyne deixaram os donos da casa sem poder de reação, apesar do gol de honra no último minuto de jogo.

o que aconteceu

O Chelsea começou tomando a iniciativa do jogo, mesmo sem testar o goleiro estreante Zack Steffen, que pela primeira vez disputou uma partida de Premier League.

Os três atacantes da casa, Timo Werner, Christian Pulisic e Hakim Ziyech, estavam jogando juntos pela primeira vez, mas não conseguiam romper o que tem sido uma sólida defesa do City nesta temporada.

O City gradualmente entrou no jogo e Kevin De Bruyne esteve perto de abrir o placar aos 16 minutos, mas chutou para fora de frente com o goleiro Mendy.

Logo depois Raheem Sterling viu seu chute ser salvo pelo goleiro do Chelsea.

Aos 18 minutos, porém, o City inaugurou o marcador, em jogada muito bem elaborada.

Gundogan encontrou Oleks Zinchenko na esquerda e sua bola rasteira para Foden foi empurrada pelo jovem para Gundogan, que ultrapassou seu marcador antes de mandar um chute certeiro no canto direito inferior.

Dois minutos e 35 segundos depois - para ser preciso - o City dobrou a vantagem com um gol que foi ainda mais bonito do que o primeiro.

Zinchenko voltou a se envolver, encontrando De Bruyne, que tentou passar para Foden - a bola voltou para o belga, que entrou na área antes de enviar um passe no meio das pernas de Azpilicueta e a bela finalização de Foden não deu chance a Mendy.

O City amassava o Chelsea, que não jogava na retranca, mas parecia completamente atordoado pelas subidas de Foden e Sterling pelas pontas.

O Chelsea tentava em vão passar pela forte marcação do City e, aos 34 minutos, em contra-ataque fulminante, Sterling ficou sozinho na frente de Mendy - o inglês perdeu o ângulo para o chute e precisou se livrar de um marcador antes de acertar a trave, e no rebote De Bruyne tocou com classe para o fundo do gol.  

O Chelsea não conseguia conter os passes inteligentes e incisivos do City, que poderia ter ampliado com Foden e Gundogan antes do intervalo.

Segundo tempo

O City começou a segunda etapa da mesma forma que terminou a primeira, causando inúmeras dores de cabeça aos anfitriões.

De Bruyne e Foden tiveram chances antes de Rodrigo ter um cabeceio poderoso defendido por Mendy.

O Chelsea melhorou em relação ao primeiro tempo, mas não foi páreo para o City.

De Bruyne, Sterling e Foden contra-atacaram várias vezes.

Apenas um contra-ataque tardio do Chelsea venceu a defesa do City, com Callum Hudson-Odoi marcando nos acréscimos.

city de aço

A determinação da defesa do City, mesmo com o jogo vencido, ficou clara ainda nos primeiros 45 minutos.

A equipe tem mesclado poderio ofensivo com um genuíno prazer em se defender.

O City tem evoluído muito defensivamente e a parceria entre Ruben Dias e John Stones tem sido fundamental.

E pensar que temos Aymeric Laporte e Nathan Ake para entrar quando necessário.

Nem mesmo o gol do Chelsea, já no final, estragou outra exibição exemplar da defesa do City.

homem do jogo

Kevin De Bruyne - simplesmente fantástico.


                        City despacha o Chelsea em Londres

O QUE ISSO SIGNIFICA...

O City subiu para o quinto lugar na Premier League, a apenas quatro pontos do líder e com um jogo a menos.

O QUE VEM A SEGUIR?

O City faz uma curta viagem a Old Trafford para a semifinal da Carabao Cup contra o Manchester United, na quarta-feira, às 16h45 (horário de Brasília).

PRÓXIMA PARTIDA

CALENDÁRIO

EFL Cup

Man United

GMT

Man City

times

City: Steffen, Cancelo, Zinchenko, Dias, Stones, Rodrigo, Gundogan (Fernandinho 75), De Bruyne (Aguero 87) Bernardo, Foden (Mahrez 87), Sterling 

Banco: Carson, Mendy, Delap, Harwood-Bellis, Mbete

Chelsea: Mendy, Azpilicueta, Chilwell, Zouma, Thiago Silva, Kovacic (Havertz 77), Kanté (Gilmour 64), Mount, Ziyech (Hudson-Odoi 64) Werner, Pulisic

Banco: Kepa, Rüdiger, Jorginho, Abraham, Giroud, Emerson

FATOS E ESTATÍSTICAS

O City alcançou 11 jogos de invencibilidade em todas as competições, tendo vencido oito e empatado três.

O City venceu três jogos consecutivos no campeonato inglês pela primeira vez nesta temporada.

O City completou 13 jogos sem sofrer gols em todas as competições nesta temporada, mais do que qualquer outra equipe nas cinco primeiras ligas europeias.

English Premier League
4 Tottenham Hotspur Spurs 16 8 5 3 29 15 14 29 DLLDW
5 Manchester City Man City 15 8 5 2 24 13 11 29 DDWWW
6 Southampton Soton 17 8 5 4 26 19 7 29 DLDDW
Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?