Sterling e Foden, que entraram na segunda etapa, resolvem um jogo duro no Etihad

O City entrou em campo sabendo que teria uma parede de onze jogadores para ultrapassar antes de marcar gols diante do Dínamo Zagreb, na estreia em casa nessa Liga dos Campeões. E a postura extremamente defensiva dos croatas deu lucro - pelo menos até a entrada de Raheem Sterling em campo.

Foi o atacante quem tirou o grito entalado da garganta e abriu o placar, após jogada de Mahrez. E veio dele a assistência para Phil Foden dar números finais, já nos últimos segundos de jogo.

O que aconteceu?


                        Defesa do Dinamo foi implacável na primeira etapa
Defesa do Dinamo foi implacável na primeira etapa

O primeiro tempo mostrou-se frustrante. Se tudo deu certo no nosso começo avassalador diante do Watford, duas semanas atrás, essa terça foi de paciência e provação.

Bernardo, Aguero e David Silva tiveram ótimas chances, mas os três acabaram errando por pouco. Gündogan fez o travessão tremer após acertar um foguete no pau, em jogada de Rodri que ainda teve um corta-luz de Mahrez.

Enquanto Ederson bocejava, os croatas foram para o intervalo festejando um placar ainda no zero.

Guardiola, então, decidiu colocar em campo um jogador para incendiar o Etihad: Raheem Sterling. E o resultado não demorou muito a aparecer. Aos 65 minutos, Rodri, um dos melhores em campo, achou Mahrez com um passe cruzado. O argelino centrou a bola de primeira e Raz chegou batendo para desafogar o time e mexer no placar.


                        Sterling tirou o grito de gol da garganta
Sterling tirou o grito de gol da garganta

O City manteve o ritmo característico de controle do jogo e seguiu em busca do segundo. Vimos dois possíveis pênaltis negados - um deles pelo VAR -, mas ela insistia em não entrar. Até que a estrela de Pep brilhou novamente.

Disposto a dar minutos a jogadores jovens, o técnico colocou Phil Foden em campo. E ele mostrou maturidade. Contra-ataque rápido, um passe de Sterling e a bola sobrou para o garoto, com categoria, bater firme e balançar a rede. Seu segundo gol de Liga dos Campeões aos 19 anos - e a segunda vitória do City em dois jogos nessa Liga dos Campeões.


                        Aos 19 anos, Foden fez seu segundo gol em Liga dos Campeões
Aos 19 anos, Foden fez seu segundo gol em Liga dos Campeões

Homem do Jogo: Rodrigo

Uma exibição de muita maturidade do novo volante do City. Solidez nas saídas de bola que fizeram efeito para quebrar as linhas do Dinamo - inclusive no lance que resultou no primeiro gol.

O que isso significa?

O City assume o topo do Grupo C com 6 pontos conquistados em 2 jogos. Abrimos 3 pontos de diferença para Dinamo e Shakhtar, que derrotou a Atalanta.

E agora?

Voltamos as atenções para a Premier League. Neste domingo, enfrentamos o Wolverhampton em casa. Em seguida, os jogadores apresentam-se às suas seleções para a pausa internacional.