O City segue vivo nas quatro competições que disputa. A equipe venceu neste sábado (26/1) o Burnley por 5 a 0, no Etihad Stadium, e passou para as oitavas-de-finais da Copa da Inglaterra.

A partida contou com uma formação diferente do City. Fernandinho, Ilkay Gundogan e Kevin De Bruyne compuseram o meio de campo, com Riyad Mahrez (pela esquerda) e Bernardo Silva (pela direita) completando o trio o de ataque ao lado de Gabriel Jesus, que voltou ao time titular.

Pep Guardiola deve ter gostado do que viu, principalmente pela forma como os gols saíram, quase sempre em jogadas trabalhadas.

Há, no entanto, pontos a serem melhorados. Quando o placar estava 1 a 0, o City deu uma chance clara ao Burnley, em erro de saída de bola. Se o time visitante tivesse marcado, a história do jogo poderia ter sido outra.

De qualquer forma, a equipe segue muito viva nas quatro competições que disputa: Premier League, Liga dos Campeões (oitavas-de-finais), Copa da Inglaterra (oitavas-de-finais) e Copa da Liga Inglesa (final).  


                        Mão cheia de gols coloca o City nas oitavas!

O que aconteceu?

O City começou a partida com amplo domínio. Aos 20 minutos, com 75% de posse de bola, já havia criado pelo menos duas boas chances de gol, primeiro com Bernardo Silva ao completar cruzamento rasteiro da direita, e depois com Danilo em chute que passou raspando o travessão.

Aos 22, o City abriu o placar. Gabriel Jesus recebeu na esquerda perto da linha de fundo, invadiu a área em velocidade e se livrou de dois marcadores antes de chutar com precisão para o fundo da rede – foi o oitavo gol do brasileiro nas últimas cinco partidas em que atuou.


                        Mão cheia de gols coloca o City nas oitavas!

O domínio do City permaneceu, sem que o Burnley conseguisse levar qualquer perigo à meta de Ederson durante toda a primeira etapa. A equipe visitante, porém, fechava bem os espaços no campo de defesa.

Antes do intervalo, o City criou apenas mais duas chances mais ou menos claras de gol. Kyle Walker, de pé esquerdo, tentou surpreender o goleiro da entrada da área e quase ampliou. Pouco depois, De Bruyne deu ótimo lançamento para Gundogan na área, mas o alemão perdeu o domínio.

Os primeiros 45 minutos terminaram com o City em vantagem, mas com a sensação de que o placar poderia estar maior, senão pelas chances criadas, que foram poucas, pelo controle e superioridade absolutas.

O segundo tempo começou com um grande susto. Nicolás Otamendi errou na saída de bola e Vydra ficou cara a cara com o goleiro Ederson. O atacante do Burnley, porém, chutou na rede pelo lado de fora.

Quem não faz, toma. Aos seis minutos, em subida rápida ao ataque, De Bruyne abriu na direita para Bernardo Silva, que cortou para o meio e chutou forte. O goleiro Pope não conseguiu fazer a defesa: 2 a 0.

O segundo gol foi um banho de água fria no Burnley, que ficou rendido.


                        Mão cheia de gols coloca o City nas oitavas!

O City, por outro lado, ganhou ânimo extra para liquidar logo a partida. Nos minutos seguintes, o time da casa quase ampliou com Gabriel Jesus, em chute forte dentro da área, e Mahrez, em chute de meia distância.

O terceiro gol parecia questão de tempo, e ele veio aos 15 minutos em um lance com a cara do City de Pep Guardiola, com toques de pé em pé desde o goleiro Ederson até a finalização precisa de De Bruyne da entrada da área. Um golaço! Daqueles que entram para o manual da equipe.

O City então relaxou, dando mais espaços para o Burnley, que passou a chegar ao ataque com maior frequência, principalmente pelo lado direito.

Foi o City, porém, que marcou mais um, aos 27. Bernardo Silva deu passe preciso para De Bruyne no canto direito da área. O belga foi à linha de fundo e bateu cruzado. O zagueiro Long tentou cortar e fez contra.


                        Mão cheia de gols coloca o City nas oitavas!

O jogo estava decidido, mas o City continuou levando perigo ao gol do Burnley, até que David Silva (que havia entrado no lugar de Fernandinho) foi derrubado dentro da área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Sergio Aguero, que havia entrado no lugar de Gabriel, fechou o placar: 5 a 0.

Estrela do jogo: Kevin De Bruyne

Uma assistência, um gol e um cruzamento que originou um gol contra. Kevin De Bruyne parece estar perto de suas condições ideais, o que pode ser determinante para o City nos jogos decisivos que se aproximam.

 


                        Mão cheia de gols coloca o City nas oitavas!

Vale ressaltar também mais uma boa apresentação de Gabriel Jesus, que abriu o placar do jogo e chegou a 15 gols marcados nesta temporada.

O que isso significa...

A vitória leva o City para as oitavas-de-finais da Copa da Inglaterra, que não vence desde 2011. O adversário da próxima fase será decidido em sorteio na segunda-feira dia 28 de janeiro. As partidas serão realizadas entre 15 e 18 de fevereiro. A equipe busca o hexacampeonato.

O que vem a seguir? 

O City volta a campo em jogo válido pela Premier League contra o Newcastle, fora de casa, às 20h (18h BRT) de terça-feira 29 de janeiro.