quote feed-section sponsor-promos cf show linkedin dugout

Crônica da partida | Season 2018/19

Vídeo Fotogaleria

Schalke 2
Manchester City New Logo City 3

City players celebrate taking the lead through Sergio Aguero!

City players celebrate taking the lead through Sergio Aguero!

UEFA Champions League Arena AufSchalke Att:54417 21 de fevereiro de 2019 02:24:00

Schalke 04

2

Bentaleb 38' (pen) (pen)

2 - 3

Manchester City

3

Agüero 18'

Sané 85'

Sterling 90'

Árbitro
Carlos del Cerro Grande
Matchday centre

Schalke 04:

  • Fährmann
  • Caligiuri
  • Nastasic
  • Bruma
  • Oczipka
  • Sané
  • Serdar
  • Mendyl Burgstaller 65’
  • McKennie Skrzybski 78’
  • Bentaleb
  • Uth Harit 87’
Suplentes não utilizados
Matondo, Nübel, Kutucu, Rudy

Manchester City:

  • Santana de Moraes
  • Laporte
  • Walker
  • Otamendi
  • Luiz Rosa
  • Gündogan
  • De Bruyne Zinchenko 87’
  • Silva Kompany 70’
  • Sterling
  • Veiga de Carvalho e Silva
  • Agüero Sané 78’
Suplentes não utilizados
Muric, Foden, Mahrez, da Silva

Dois gols nos últimos minutos do tempo regulamentar garantiram uma vitória gigantesca ao City por 3 a 2 contra o Schalke 04 na Alemanha, no jogo de ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa.

Os heróis da partida foram Leroy Sané e Raheem Sterling, que ressuscitaram o City quando uma derrota parecia quase certa, principalmente depois da expulsão de Nicolás Otamendi.

Sergio Aguero, na primeira etapa, também marcou, em partida que contou ainda com participação crucial do árbitro de vídeo na marcação de um dos dois pênaltis a favor do Schalke.

O que aconteceu?

O City entrou em campo com uma formação semelhante à da vitória diante do Arsenal algumas semanas atrás.

Fernandinho foi escalado de zagueiro, mas subia ao meio de campo quando o time recuperava a bola, mudando o posicionamento do 4-3-3 para o 3-4-3.

Já o Schalke armou uma linha defensiva com cinco jogadores, de modo a reduzir ao máximo os espaços para o City jogar.

Como esperado, a equipe de Pep Guardiola começou a partida dominando a posse de bola.

Aos seis minutos, após cobrança de falta ensaiada, Aguero cabeceou livre dentro da área, mas o goleiro Fahrmann espalmou para escanteio.

Pouco depois dos 15 minutos, quando o time da casa começava a se soltar, o City abriu o placar.

O goleiro Fahrmann saiu jogando errado, David Silva roubou a bola e serviu de bandeja para Aguero fazer 1 a 0 – seu 34º gol em jogos de Liga dos Campeões.

Minutos depois, o City teve uma ótima chance de ampliar em jogada rápida de contra-ataque, mas Raheem Sterling demorou para definir o lance e acabou errando o último passe.

O vacilo de Sterling custou caro, pois antes do intervalo o Schalke 04 virou o placar com dois gols de pênalti convertidos por Bentaleb – o primeiro deles marcado com ajuda do árbitro de vídeo.

Para piorar, Nicolás Otamendi e Fernandinho, que cometeram as infrações, receberam cartão amarelo e, como estavam pendurados, estão fora do jogo de volta.

O City foi para o vestiário com gosto amargo na boca. Jogou melhor, podia ter feito 2 a 0, mas sofreu uma virada relâmpago.

A segunda etapa começou como havia começado a primeira, com o City em cima. Desta vez, porém, o Schalke 04 se defendia melhor.

Kevin De Bruyne, Aguero e Bernardo Silva criaram boas jogadas nos primeiros 20 minutos, mas o placar seguiu inalterado.

Aos 67 minutos, Otamendi recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Para não desorganizar a equipe, Guardiola colocou Kompany no lugar de David Silva, armando um 4-4-1.

Mesmo com um homem a menos, o City manteve o ímpeto ofensivo chegando perto com chutes de fora da área de De Bruyne e Bernardo Silva.

Leroy Sané entrou no lugar de Aguero para dar fôlego novo ao time – e não decepcionou.

Jogando contra seu ex-clube, o alemão acertou um chute incrível em cobrança de falta fenomenal e empatou o jogo aos 40 do segundo tempo – Sané não comemorou, mas os Citizens certamente foram à loucura!

Mas tinha tempo para mais. Já em cima dos 90', Ederson fez um lançamento preciso para Sterling na ponta de direita, de onde o inglês partiu em direção à área, marcando o gol da virada na saída do goleiro.

Duas viradas. Dois pênaltis. Um homem a menos. Dois gols nos minutos finais. E uma vitória que ficará na memória!

Estrela do jogo: Leroy Sané

Um golaço de falta que mudou a história do jogo. Leroy Sané jogou pouco mais de 20 minutos, mas foi crucial para a vitória do City.  

O que isso significa...

Com a vitória por 3 a 2, o City pode até perder por 1 a 0 ou 2 a 1 no jogo de volta que mesmo assim avança para as quartas-de-final da Liga dos Campeões da Europa.

O que vem a seguir?   

O City se prepara agora para a final da Copa da Liga Inglesa contra o Chelsea, domingo 24 de fevereiro às 16h30 (13h30 BRT), em Wembley.

Em seguida, a equipe faz três jogos pela Premier League antes de receber o Schalke 04 na partida de volta das oitavas-de-final da Liga dos Campeões, terça-feira 12 de março às 20h (17h BRT), no Etihad Stadium. 

Notícias da equipe principal

De Bruyne: "Troféus vão determinar a temporada"

Notícias da equipe principal

Guardiola: "Temos que ser nós mesmos"

Notícias da equipe principal

Schalke v City: Atualização do plantel