Crônica da Partida

Com um a menos, City cede uma dolorosa virada

BATTLING BERNARDO: Our Portuguese schemer evades the attentions of Romain Saiss
Premier League
Premier League
sex 27 dez
3
2
Adama Traoré 
(55’), 
Raúl Jiménez 
(82’), 
Matt Doherty 
(89’)
Raheem Sterling 
(25’, 50’)
Ver melhores momentos
Wolverhampton acha a virada nos últimos minutos de um jogo frenético

Um jogo repleto de emoções testou a saúde cardíaca dos torcedores de City e Wolverhampton no Molineux. A expulsão de Ederson no começo ditou o ritmo de um jogo frenético, que acabou com um derrota nos minutos finais.

Sterling marcou os dois gols do City, um deles de pênalti; Adama Traoré e Raul Jimenez buscaram o empate para os Wolves, e Doherty concretizou a virada no fim do tempo regulamentar.

O que aconteceu

As emoções começaram logo aos 12 minutos, quando Diogo Jota foi lançado nas costas da zaga e Ederson saiu para dividir, derrubando o atacante adversário. O juiz marcou falta e o goleiro brasileiro acabou expulso. De volta ao time após uma lesão, Aguero teve que deixar o campo para a entrada de Bravo.


                        Ederson foi expulso aos 12 minutos de jogo
Ederson foi expulso aos 12 minutos de jogo

Logo depois, o momento mais confuso do primeiro tempo. Mahrez invadiu a área pela esquerda e sofreu um pisão de Dendoncker. O VAR confirmou o pênalti e Sterling se apresentou à cal. Na cobrança, defesa de Rui Patrício - mas o VAR novamente entrou em ação para pegar invasão de área de Coady. 

No replay, nova cobrança de Sterling e nova defesa de Rui Patrício. Dessa vez, o rebote sobrou para o camisa 7 do City, que só empurrou para a rede e abriu o placar.


                        Sterling perdeu o pênalti duas vezes, mas marcou no rebote
Sterling perdeu o pênalti duas vezes, mas marcou no rebote

Atrás no placar e com um jogador a mais, o Wolverhampton tentava se organizar, mas esbarrava no compactado time de Guardiola.

Na segunda etapa, Guardiola recompôs a defesa e colocou em campo o jovem zagueiro Eric Garcia no lugar de Mahrez.

E logo aos 5 minutos o City conseguiu ampliar. De primeira, De Bruyne achou Sterling com um passe magistral e o atacante partiu em velocidade para encobrir Rui Patrício.


                        Um toquinho por cima de Rui Patrício para fazer o segundo
Um toquinho por cima de Rui Patrício para fazer o segundo

O Wolverhampton sentiu o gol e decidiu partir para o ataque. E brilhou a estrela do homem que derrotou o City no Etihad Stadium em outubro. Adama Traoré botou na frente, soltou um foguete e venceu Bravo. Dois a um.


A partir daí, o que se viu foi um Wolverhampton pressionando e o City tentando sair no contra-ataque. E o gol de empate quase saiu a quinze minutos do fim. Em cobrança de falta pela esquerda, João Moutinho achou Saiss, que se antecipou a Bravo e desviou - a bola foi perigosamente para fora.

Pouco tempo depois, uma jogada semelhante teve um fim muito parecido. Nova bola parada para João Moutinho, mas Doherty fez falta em Rodri. 

A oito minutos do fim, um erro que se provou fatal. Mendy bobeou e perdeu a bola para Adama Traoré, que cruzou rasteiro. Raul Jimenez desviou para empatar.

Mas ainda haviam emoções por vir. Uma bela jogada coletiva do Wolverhampton achou Doherty, que a um minuto do final, concretizou a virada.

O que isso significa

A derrota mantém o City com 38, um a menos que o Leicester. O Liverpool mantém uma confortável distância na primeira posição, com 52.

O que vem a seguir

A maratona de fim de ano continua no domingo, dia 29, quando o City recebe o Sheffield United no Etihad Stadium.

Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?