quote linkedin dugout

Crônica da partida | Season 2017/18

Vídeo Fotogaleria

Manchester City New Logo City 3
Brighton and Hove Albion Brighton 1

​NIGHT UNDER THE LIGHTS: Bernardo celebrates with Sane after slotting home to make it 2-1.

​NIGHT UNDER THE LIGHTS: Bernardo celebrates with Sane after slotting home to make it 2-1.

Premier League Etihad Stadium Att:54013 9 de maio de 2018 19:00:00

Manchester City

3

Danilo 16'

Bernardo Silva 34'

Fernandinho 72'

3 - 1

Brighton and Hove Albion

1

Ulloa 20'

Árbitro
Paul Tierney
Matchday centre

Manchester City:

  • Bravo
  • Laporte
  • Zinchenko Mendy 76’
  • Kompany
  • Danilo
  • Touré Nmecha 86’
  • Fernandinho
  • Gündogan
  • Bernardo Silva
  • Sané
  • Gabriel Jesus Diaz 83’
Suplentes não utilizados
Adarabioyo, Ederson Moraes, Foden, De Bruyne

Brighton and Hove Albion:

  • Ryan
  • Bong
  • Duffy
  • Saltor Grau
  • Dunk
  • Stephens
  • Pröpper
  • Knockaert
  • Izquierdo Mena March 79’
  • Groß Kayal 73’
  • Ulloa Locadia 73’
Suplentes não utilizados
Schelotto, Murray, Goldson, Krul

O Manchester City bate todos os recordes pela Premier League depois de vencer o Brighton por 3x1

Pos Equipe PJ DG Pts
1 Manchester City 30 +65 81
2 Manchester United 30 +35 65
3 Liverpool 31 +39 63
4 Tottenham Hotspur 30 +34 61

Os campeões receberam o Brighton nesta quarta-feira, para jogar a partida adiada e a última no Etihad. No jogo que marcou a despedida de Yaya Touré, Kompany cedeu a braçadeira de capitão ao melhor jogador africano (quatro vezes seguidas), para o melhor adeus possível, depois de todos os anos que defendeu com orgulho a camisa azul do céu.

Despedidas à parte, o City já é campeão, mas procurava hoje bater o recorde de mais gols marcados, mais pontos conquistados e mais vitórias numa única temporada pela Premier League. Foi exatamente isso que aconteceu, não um, não dois, mas três recordes batidos na noite de despedida da LENDA.

O que aconteceu

Guardiola fez nada mais que oito mudanças para a receção ao Brighton, Cláudio Bravo deu descanso a Ederson, que não é titular na Premier League pela primeira vez e, Yaya Touré, que entrou na sua última partida com as cores do City, como capitão.

A primeira ocasião de perigo surgiu do lado da equipe da casa, depois da combinação entre Bernardo Silva e Fernandinho, Gundogan recebeu na área e chuta forte, mas o zaga do Brighton conseguiu interceptar o gol.

Depois de muito ameaçar, o City chegou ao gol através do brasileiro Danilo, Leroy Sané viu a sua intenção de desmarcação e lançou o lateral na cara de Mathew Ryan, que converteu o gol com muita classe.

O Brighton respondeu como pode, e depois de muita luta, conseguiu subir para junto do gol do City. Com 20 minutos no relógio da partida, Ulloa chegou ao gol depois de alguma confusão na área da equipe da casa, a assistência veio de Propper, que conseguiu confundir o experiente Bravo.

Cinco minutos depois, a lendário Yaya, fez um arranque daqueles que se viam nas suas melhores temporadas, em que o meia começa no meio campo e só para no gol. Desta vez, passou por todo o mundo e cruzou para Gabriel Jesus, que não converteu por muito pouco.

A dez minutos do intervalo, Sané, que já tinha ameaçado o gol algumas vezes, descobriu o português Bernardo Silva, que com o seu fantástico pé esquerdo, não deixou qualquer chance para Ryan salvar. O internacional português fez o seu nono gol, na sua 35ª partida pela Premier League.

Até ao intervalo, o City foi mais dominante, mas sem situações de grande perigo. Do lado dos visitantes, muita luta pela bola, muito esforço para conquistar pontos e evitar a despromoção, mas a diferença de qualidade no plantel era notável.

O segundo tempo começou sem alterações nas equipes. Dez minutos depois dos 45’, o brasileiro Fernandinho esteve perto de marcar. Depois de receber de Danilo, no centro da área, o meia defensivo chutou forte, mas Ryan conseguiu, de alguma maneira, salvar o gol.

O Brighton respondeu com muita confusão na área do City, e com a bola a passar muito perto do gol. Quinze minutos depois da ameaça, o brasileiro Fernandinho, fez o seu quinto gol, nessa temporada, com a classe e determinação de sempre. Benjamin Mendy entrou de seguida.

Gabriel Jesus deu lugar ao jovem Brahim Diaz a dez minutos do apito final, numa altura em que todo o mundo torcia pelo gol de Touré e o time trabalha em sua volta, para dar o gol, mais que merecido, na sua despedida.

O homem do jogo saiu a cinco minutos dos 90, por Nmecha, outra grande promessa do City. Apito final no Etihad, três a um para o City, na noite em que foram batidos todos os grandes recordes pela Premier League, o que faz desta temporada do City, a melhor que a Premier League já viu.

Momento do jogo

A despedida do gigante, não só em tamanho, mas em qualidade também, Yaya Touré foi o grande momento do jogo. Obrigada Yaya.

Homem do jogo

Depois de um ano ao lado de jogadores com uma média de dez anos de diferença, Yaya Touré jogou 85 minutos, sempre procurando o gol, muito certo na marcação. Foi uma despedida em grande.

O que significa

O Manchester City segue na frente da tabela, segue como campeão da Premier League e com o troféu em casa, a uma rodada do fim da competição.

O que se segue

A próxima partida é no próximo domingo dia 13 de Maio, no casa do Southampton. A última partida da temporada 2017/18 da Premier League.

Notícias da equipe principal

Relato da Partida

Notícias da equipe principal

Guardiola elogia a carreira de Touré

Notícias da equipe principal

Campeões do City iluminam o mundo

PT

Manchester City comemora a conquista do título inglês iluminando o mundo... literalmente.

Projeções iluminam cidades dos jogadores ao redor do mundo em reconhecimento ao título da Premier League!