quote feed-section sponsor-promos cf show linkedin dugout

Crônica da partida | Season 2017/18

Vídeo Fotogaleria

Manchester City New Logo City 1
Chelsea Chelsea 0

Man City 1x0 Chelsea

Man City 1x0 Chelsea

Premier League Etihad Stadium Att:54328 4 de março de 2018 16:00:00

Manchester City

1

Bernardo Silva 46'

1 - 0

Chelsea

0
Árbitro
Michael Oliver
Matchday centre

Manchester City:

  • Ederson Moraes
  • Laporte
  • Zinchenko
  • Otamendi
  • Walker
  • David Silva
  • Gündogan
  • De Bruyne
  • Bernardo Silva
  • Sané
  • Agüero
Suplentes não utilizados
de Jesus, Touré, Foden, Kompany, Bravo, Stones, da Silva

Chelsea:

  • Courtois
  • Rüdiger
  • Christensen
  • Azpilicueta
  • Fàbregas
  • Moses
  • Drinkwater
  • Alonso
  • Hazard
  • Borges Da Silva Giroud 78’
  • Rodríguez Ledesma
Suplentes não utilizados
Morata, Zappacosta, Palmieri dos Santos, Chalobah, Cahill, Caballero

O City teve de lutar muito mas conseguiu garantir mais uma vitória

Pos Equipe PJ DG Pts
1 Manchester City 29 +63 78
2 Manchester United 29 +34 62
3 Liverpool 29 +35 60
4 Tottenham Hotspur 29 +31 58

O português Bernardo Silva voltou a marcar, David Silva fez uma grande exibição e Ederson quase nem tocou na bola. A equipe de Guardiola, que vinha de duas vitórias por 3x0 frente ao Arsenal, uma delas na final da Copa da Liga, dominou a partida em que os campeões em titulo não conseguiram melhor que na rodada passada frente ao United.

O que aconteceu

Guardiola fez algumas mudanças na equipe principal, Laporte e Zinchencko foram chamados para os lugares de Kompany e Danilo, e Gundogan volta a assumir a posição de Fernandinho, depois do brasileiro se ter machucado na final da Copa da Liga.

Mudanças à parte, o City entrou com tudo, encostando o Chelsea nos primeiros 10 minutos. Leroy Sané, que já tinha protagonizado grandes investidas sobre a defesa do Chelsea, voltou a fazê-lo, e desta vez a bola sobrou para Bernardo Silva que tentou voltar a fazer o gol que fez à três dias frente ao Arsenal, com a bola a passar rente ao travessão de Courtois.

Com meia parte do primeiro tempo jogada, o City dominava com uns esmagadores 79% de posse de bola, sendo que 35% desta posse, foi disputada na área do Chelsea. Logo a seguir, depois de De Bruyne cobrar uma falta com um cruzamento longo, Sané recebeu com o esquerdo e chutou com o direito, com o gol destinado, valeu o corte de Azpilicueta em cima da linha de gol.

Otamendi ainda chegou ao gol depois da cobrança de falta por De Bruyne, que colocou em Aguero e o último toque foi de Otamendi, mas Aguero estava em posição irregular e o gol foi anulado. Até ao final do primeiro tempo, o City foi tentando de tudo para chegar ao gol mas sem sucesso. Intervalo no Etihad, zero a zero no marcador com o City a dar uma lição de bola no Chelsea.

O segundo tempo começou com um golo de Bernardo Silva, o meia português está imparável e marcou pela segunda vez consecutiva. David Silva foi à lateral fazer o cruzamento, Bernardo Silva apareceu no segundo poste e só teve de encostar. O Chelsea respondeu com um chute de Moses a passar ao lado da baliza de Ederson.

O Chelsea acordou um pouco depois do golo do médio/meia português, mas não o suficiente para segurar o jogo. Por esta altura contavam-se sete remates para o City e apenas um para o Chelsea. Conte dava instruções para dentro de campo, mas a frustração dos seus jogadores ofensivos falava mais alto, tirando o brasileiro William, ninguém concretizava chances para o Chelsea.

Com 15 minutos para o apito final, o gol quase se repetiu, desta vez foi Sané a fazer o cruzamento depois de uma grande jogada individual, mas Bernardo Silva não chegou a tempo desta vez. A cinco minutos do fim, Gabriel Jesus entrou em campo para o lugar de Aguero. De um lado o desapontamento do argentino por não ter feito o gol 200, e do outro a felicidade do ponta brasileiro de poder jogar mais um pouco depois da sua lesão de longa duração.

Fim da partida no Etihad, com o City a bater o Chelsea por uma bola, com gol de Bernardo Silva. A equipe de Guardiola voltou a dar uma lição de bola ao bater os atuais campeões, que tinham sido os últimos a vencer o City em casa, no final do ano de 2016.

Momento do jogo

O momento do jogo foi o gol de Bernardo Silva, o sétimo do português ao serviço do City.

Homem do jogo

David Silva foi o homem do jogo, depois de alguma partidas irregulares, o internacional espanhol esteve impecável hoje.

O que significa

O City aumentou a sua vantagem no topo da Premier League para 18 pontos.

O que se segue

Estamos de regresso à Champions League na quarta-feira para jogar a segunda mão das oitavas, no Etihad. Depois disso vamos à casa do Brighton na próxima segunda, dia 12, pela Premier League.

Notícias da equipe principal

Relato da Partida

Notícias da equipe principal

Guardiola: "Podemos fazer melhor"

O treinador catalão afirma que o City ainda pode ser melhor, apesar de liderar a Premier League com 16 pontos de vantagem fase ao segundo classificado.

Coletiva de Guardiola.

Notícias da equipe principal

Melhor Jogador do mês Etihad| Nomeados