quote linkedin dugout

Crônica da partida | Season 2017/18

Vídeo Fotogaleria

Liverpool Liverpool 4
Manchester City New Logo City 3

Liverpool 4x3 Man City

Liverpool 4x3 Man City

Premier League Anfield 14 de janeiro de 2018 16:00:00

Liverpool

4
4 - 3

Manchester City

3

Bernardo Silva

Árbitro
Andre Marriner
Matchday centre

Liverpool:

  • Karius
  • Robertson
  • Gomez
  • Lovren
  • Matip
  • Mané
  • Can
  • Salah Ghaly
  • Wijnaldum
  • Oxlade-Chamberlain
  • Barbosa de Oliveira
Suplentes não utilizados
Solanke, Milner, Alexander-Arnold, Klavan, Lallana, Mignolet, Ings

Manchester City:

  • Ederson Moraes
  • Stones
  • Delph Danilo 30’
  • Otamendi
  • Walker
  • Luiz Rosa
  • Gündogan
  • De Bruyne
  • Sterling Bernardo Silva 70’
  • Sané
  • Agüero
Suplentes não utilizados
David Silva, Zinchenko, Diaz, Bravo, Mangala

O Liverpool deu a primeira derrota ao City desta temporada pela Premier League num jogaço que terminou em 4-3

Pos Equipe PJ DG Pts
1 Manchester City 23 +50 62
2 Manchester United 23 +32 50
3 Liverpool 23 +26 47
4 Chelsea 23 +25 47

O Manchester City viajou até Liverpool este domingo para jogar a 23ª rodada pela Premier League. A equipe de Guardiola continua em primeiro lugar com uma grande vantagem sobre o segundo classificado mas em 45 anos só venceu duas vezes em Anfield.
No entanto o City já tinha goleado os Redis, por 5x0 no Etihad, no início desta temporada. Pep Guardiola e Jurgen Klopp já se encontraramm oito vezes em diferentes competições e mantém-se igualados em confrontos diretos, quatro vitórias para cada lado.

O que aconteceu

Guardiola já tinha referido que Jurgen joga no ataque sem medos e o arranque da partida no Anfield confirmou isso mesmo. A equipe da casa entrou com tudo no primeiro tempo, não dando espaço ao City e antes dos primeiros 10 minutos surgia o primeiro para o Liverpool. Chamberlain chegou ao gol depois de uma bola  perdida na defesa do City, o ex-jogador do Arsenal fez gol na cara de Ederson sem hipóteses para o goleiro brasileiro.

O City tentou responder da melhor maneira que conseguiu, De Bruyne tentava orquestrar o ataque mas a defesa do Liverpool não deixava espaço para manobras do City. Entre este Liverpool e o que perdeu por 5x0 no Etihad notava-se uma grande diferença, com este arranque de jogo sendo um dos mais difíceis que a equipe de Guardiola teve pela frente. O City continuou na luta mas não conseguia mais que alguns escanteios.

Delph machucou-se e Guardiola chamou Danilo para entrar no minuto 30'. Por esta altura o City contava com 56% de posse de bola para 44% do lado do Liverpool, quem tem acompanhado o Manchester City sabe que este número é muito baixo, pois a equipe de Guardiola tem conseguido sempre médias de 60%/70% mas desta vez, este Liverpool estava nos criando muitas dificuldades.

Com cinco minutos para o fim do primeiro tempo, a equipe do City fez para o Anfield. Kyle Walker fez um fantástico e longo passe para Sané, o ala do City recebeu e fez o que sabe fazer melhor, ir para cima da defesa do Liverpool, passar por entre os jogadores e rematar forte para gol. O goleiro da equipe da casa ainda tentou segurar mas a potência do remate empurrou a bola para o fundo da rede. Houve tempo para resposta do Liverpool e consequente do City mas sem grande oportunidades. O primeiro tempo chegava ao fim com o placar igualado a uma bola.

O segundo tempo arrancou sem mudanças nas equipes. A equipe de Guardiola entrou com o pé direito pressionando muito o Liverpool e obrigando a equipe de Jurgen a correr atrás da bola. Otamendi viu o seu cabeceamento embater no travessão enquanto o ataque do Liverpool via Ederson segurar todas as tentativas de gol. Foram assim os primeiros 10 minutos do segundo tempo.

O Liverpool chegou à vantagem logo depois, Stones perdeu o duelo com Firmino e o brasileiro não perdoou frente ao seu companheiro de seleção nacional Ederson, passando a bola por cima do goleiro quando este saía para se fazer à jogada. Apenas um minuto depois, a defesa do City deixou escapar a bola para Salah que lançou Mané que com um remate fortíssimo não deu hipóteses a Ederson.

O City perdia por 3x1 na casa do Liverpool e a equipe de Jurgen não dava descanso, apesar da vantagem continuavam a pressionar e a procurar fazer mais um gol. A equipe de Guardiola não estava jogando mal de todo mas os erros que cometia eram tapete vermelho pra os gols do Liverpool e ao minuto 67', Ederson saiu da sua baliza para cortar uma bola mas o seu remate caiu no pé de Salah que chutou de seguida, não dando tempo para o goleiro do City voltar à sua baliza.

Bernardo Silva entrou ao minuto 70' e chegou ao gol 10 minutos depois de a bola sobrar para si na área do Liverpool, o português só teve de rematar para o canto da baliza e reduzir a desvantagem. O City foi procurando a igualdade mas com diferença de dois gols e 15 minutos para jogar, pouco havia a fazer. Mesmo assim Gundogan conseguiu chegar ao terceiro gol no minuto 90', Sané investiu sobre a defesa do Liverpool, entregou para Aguero que cruzou para o gol de Gundogan.

Apito final e o Liverpool continua sem perder em casa, o City tentou mas não conseguiu derrubar o record do Liverpool em casa. Nem Guardiola nem a sua equipe conseguiram prever um Liverpool tão forte, ao contrário de quase todas as outras equipes que jogaram frente ao City, o Liverpool foi para o ataque sem medos.

Momento do jogo

O gol de Bernardo Silva apesar de tardio, trouxe alguma esperança à equipe do City e abriu  caminho para o gol de Gundogan.

Homem do jogo

Sané foi o homem do jogo. Fez um gol e esteve envolvido nos outros dois do City.

O que significa

O Manchester City segue no primeiro lugar da tabela com 15 pontos de vantagem sobre o segundo classificado Manchester United que joga esta segunda- feira às 20h.

O que se segue

O próximo desafio é frente ao Newcastle no próximo sábado pela Premier League. O apito inicial está marcado para as 17h30 e o jogo será no Etihad.

Crônica da partida

City segue em vantagem para a 2ª mão

Fotogaleria

City avança na Copa de Inglaterra

Crônica da partida

City elimina Burnley da FA Cup com uma goleada