Depois de duas derrotas seguidas e um sabor amargo durante o Natal, o City se recuperou e venceu hoje o Southampton por 3 a 1 para se reencontrar com a vitória na última partida do ano.

A vitória era fundamental para as ambições do City na Premier League, já que o líder Liverpool havia vencido ontem – e a equipe não decepcionou.

Com Vincent Kompany, Fernandinho, David Silva e Sergio Aguero na equipe titular, o City mostrou a força e a concentração necessárias para voltar a vencer em uma situação delicada e de pressão elevada.

O que aconteceu?

O primeiro tempo começou com o City no ataque, pressionando o adversário em busca do primeiro gol, que veio antes dos dez minutos de jogo – David Silva, que já tinha tido uma boa chance para abrir o placar, recebeu de Bernardo Silva e marcou seu sexto gol no campeonato.

O City manteve o domínio e teve algumas chances para ampliar, primeiro com Mahrez e depois com Aguero, mas o Southampton não estava morto.


                        Ano termina com regresso às vitórias!

Aos 32, Ederson salvou o City ao defender cabeçada de Austin.

Quatro minutos depois, o time da casa empatou. Zinchenko perdeu a bola no campo de defesa e Höjbjerg não perdoou, marcando bonito gol.

Parecia filme repetido – pela terceira partida consecutiva, o City abria o placar no primeiro tempo e concedia o empate antes do intervalo.

Mas, nos minutos finais da primeira etapa, a equipe mostrou a capacidade de reação que todos esperávamos, matando o jogo com dois gols.

Primeiro, Sterling foi à linha de fundo e, após cruzamento, Ward-Prowse marcou contra. Em seguida, Zinchenko se redimiu da falha no primeiro gol do Southampton e cruzou na cabeça de Aguero, que finalizou com perfeição para marcar seu 50º gol sob o comando de Pep Guardiola.


                        Ano termina com regresso às vitórias!

Na volta do intervalo, mais tranquilo e com a confiança restabelecida, o City passou a cadenciar o jogo, mas sem deixar de agredir o adversário, principalmente com Sterling, que tinha liberdade pela ponta esquerda.

Antes dos dez minutos, o atacante inglês tabelou com Bernardo Silva e quase marcou o quarto do City – a bola explodiu no rosto de McCarthy.

O goleiro do Southampton, aliás, voltaria a salvar o time da casa mais tarde, totalizando pelo menos quatro defesas difíceis na partida.

Antes, Aguero acertou chute no travessão. E, poucos minutos depois, após chute travado de Sterling, o argentino quase marcou na sobra.


                        Ano termina com regresso às vitórias!

O City era absoluto na partida. Gabriel Jesus, que havia entrado no lugar de Aguero, deixou Mahrez em ótimas condições para marcar, na cara do goleiro, mas McCarthy saiu bem e rebateu mais uma chance do City.

Nos minutos finais, o City ainda ficou com um jogador a mais, depois da expulsão de Höjbjerg. Então foi só administrar o resultado.    

Estrela do jogo: Fernandinho

Inegavelmente a equipe do City sentiu muito a falta de Fernandinho nos últimos jogos. Hoje, o brasileiro teve mais uma atuação segura e deu todo o suporte para os jogadores de ataque e defesa fazerem seu melhor.

O que isso significa...

A vitória de hoje devolve a vice-liderança do campeonato ao City, agora com 47 pontos, já que o Tottenham perdeu ontem para os Wolves por 3 a 1 e estacionou nos 45 pontos, em terceiro. O Liverpool, que ontem venceu o Arsenal por 5 a 1 em Anfield, lidera a Premier League com 54 pontos.


                        Ano termina com regresso às vitórias!

O que vem a seguir?

O primeiro compromisso do City em 2019 acontece na quinta-feira dia 3 de janeiro, às 20h (18h BRT), contra o Liverpool no Etihad Stadium, pela Premier League. Será uma oportunidade e tanto para a equipe de Pep Guardiola diminuir a vantagem do adversário na liderança do campeonato.

Em seguida, nos dias 6 e 9 janeiro, o City entra em campo para jogos em duas competições diferentes. Primeiro enfrenta o Rotherham United pela FA Cup e depois, encara o Burton Albion em partida da Carabao Cup.