quote feed-section sponsor-promos cf show linkedin dugout

Crônica da partida | Season 2018/19

Vídeo Fotogaleria

Manchester City New Logo City 2
Crystal Palace Crystal Palace 3

SILKY ILKAY: The German pass master in control of the situation

SILKY ILKAY: The German pass master in control of the situation

Premier League Att:54340 22 de dezembro de 2018 15:00:00

Manchester City

2

Gündogan 27'

De Bruyne 85'

2 - 3

Crystal Palace

3

Schlupp 33'

Townsend 35'

Milivojevic 51' (pen)

Árbitro
Andre Marriner
Matchday centre

Manchester City:

  • Ederson Moraes
  • Otamendi Agüero 50’
  • Delph De Bruyne 62’
  • Walker
  • Laporte
  • Gündogan
  • Bernardo Silva
  • Stones
  • Sterling Mahrez 69’
  • Sané
  • Gabriel Jesus
Suplentes não utilizados
Foden, Muric, Fernandinho, Zinchenko

Crystal Palace:

  • Guaita
  • Sakho
  • van Aanholt
  • Tomkins
  • Wan-Bissaka
  • McArthur
  • Milivojevic
  • Schlupp
  • Meyer Puncheon 95’
  • Townsend
  • Zaha Ayew 88’
Suplentes não utilizados
Speroni, Dann, Sørloth, Riedewald, Ward

Não foi um bom dia para o Manchester City no Etihad Stadium

Pos Equipe PJ DG Pts
1 Liverpool 18 +32 48
2 Manchester City 18 +37 44
3 Tottenham Hotspur 18 +19 42
4 Chelsea 18 +20 37

Depois de sair na frente, a equipe de PepGuardiola levou a virada ainda no primeiro tempo e viu o Crystal Palace fazer 3 a 1 no início da segunda etapa. Kevin De Bruyne ainda deu alguma esperança ao time da casa após fazer um golaço por cobertura, mas o empate não veio nos minutos finais. O City lutou muito, mas não deu.

A derrota complica o time na corrida pelo título, já que o líder Liverpool havia vencido seu jogo na rodada. Faltando uma partida para o final do primeiro turno, o City segue na segunda colocação da Premier League.  

IN MEMORIAM: A minute's silence was help pre-match to remember all those connected to City who lost their lives in 2018

 

 

O que aconteceu?

Com um meio de campo bastante modificado, o City começou o jogo dominando a posse de bola como de costume, mas sem a mesma eficiência para abrir a zaga adversária e encontrar os espaços. 

Como o Crystal Palace não oferecia muito perigo no campo de ataque, o jogo ficou confortável para o time da casa, que mesmo com o 0 a 0 no placar jogava em ritmo lento, sem muita urgência nas trocas de passes.

Ainda assim, o City teve algumas chances de abrir o placar. 

Logo no primeiro minuto, Delph chutou forte de fora da área e quase fez um golaço – o goleiro espalmou para escanteio. Aos 10, Bernardo Silva lançou para Leroy Sane, que invadiu a área e chutou cruzado – a bola bateu na rede pelo lado de fora. Pouco depois, foi a vez de Bernardo Silva finalizar de dentro da área, mas a zaga adversária bloqueou o chute. 

O jogo seguia lento até que Delph, aos 27 minutos, cruzou na cabeça de Gundogan dentro da área. O Alemão finalizou com categoria para o gol. 

HIGH TENS: The team celebrate Ilkay Gundogan's brilliant header

 

O placar era justo, mas logo mudaria radicalmente.

Aos 32 minutos, Schlupp aproveitou uma sobra na entrada da área e chutou cruzado fora do alcance de Ederson para empatar a partida.

Dois minutos depois, após bola rebatida, Townsend acertou um chute incrível de fora da área e fez um golaço para a equipe do Crystal Palace. 

O City era punido severamente pela falta de agressividade no primeiro tempo, e foi para o intervalo com a sensação de que precisaria jogar muita bola para reverter o placar – até porque o Palace fazia uma partida muito disciplinada taticamente, dando pouquíssimos espaços ao City.

 

SPANNER IN THE WORKS: Townsend's volley puts Palace ahead before the break.

 

Na segunda etapa, PepGuardiola colocou Aguero no lugar de Otamendi. Logo aos cinco minutos, porém, Walker cometeu pênalti em Meyer. Milivojevic cobrou com firmeza e ampliou o placar para os visitantes. 

O que parecia difícil ficou ainda mais complicado. 

O City dominava a posse de bola, mas tinha muita dificuldade para furar o bloqueio em frente a área e criar chances claras de gol. 

PALACE GOAL: Milivojević extends the visitor's lead from the spot.

 

Aos 16, Kevin De Bruyne entrou no lugar de Delph. O Belga deu ritmo novo ao time do City, mas mesmo assim as dificuldades permaneciam.

Mahrez entrou no lugar de Sterling aos 24 minutos e o City passou a pressionar ainda mais o time adversário, com bolas invertidas de um lado para o outro e cruzamentos perigosos para dentro da área do Palace.

Aos 30, de falta, Leroy Sane acertou uma bomba na trave.

Aos 39, De Bruyne cruzou uma bola que encobriu o goleiro e morreu no fundo da rede. Com intenção ou não, o belga marcou um belíssimo gol.

Os minutos finais foram de apreensão e esperança para o torcedor do City. Um empate, dada as circunstâncias do jogo, não seria mal resultado.

Gabriel Jesus, nos acréscimos, teve boa chance de marcar de cabeça, após cruzamento de DeBruyne, mas a bola passou por cima do gol. 

Não era dia. Foi a primeira derrota do City em casa nesta Premier League

O que isso significa…

Com a derrota, o City estaciona nos 44 pontos, quatro a menos que o líder Liverpool, que ontem venceu o Wolves por 2 a 0 e soma 48. 

Falta apenas uma partida para o fim do primeiro turno. Em 18 jogos até agora, o City acumula 14 vitórias, dois empates e duas derrotas.

O que vem a seguir?

Mais dois jogos pela Premier League fecham o ano de 2018 do City, contra o Leicester (26/12) e o Southampton (30/12), ambos fora de casa.

O primeiro compromisso de 2019 provavelmente valerá a liderança do campeonato inglês. Na quinta-feira dia 3 de janeiro, às 20h (18h BRT), a equipe de PepGuardiola recebe o Liverpool no EtihadStadium

off).

Notícias da equipe principal

Guardiola atualizou o estado de Silva e Kompany

Notícias da equipe principal

Guardiola elogia o espírito de batalha do City!

Crônica da partida

City nas semifinais da Copa da Liga após pênaltis!

BLUE HEAVEN: Kevin De Bruyne celebrates after his early strike with Sergio Aguero

Esta noite ficará para sempre na memória de Arijanet Muric. Após empate por 1 a 1 contra o Leicester no tempo normal, o goleiro defendeu duas penalidades máximas e foi decisivo para a classificação do Manchester City às semifinais da Carabao Cup.