quote feed-section sponsor-promos cf show linkedin dugout

Crônica da partida | Season 2018/19

Vídeo Fotogaleria

Leicester City Leicester 2
Manchester City New Logo City 1

BOXING DAY BLUES: The expressions on the faces of David Silva and Fabian Delph sum up the day

BOXING DAY BLUES: The expressions on the faces of David Silva and Fabian Delph sum up the day

Premier League Att:32090 26 de dezembro de 2018 15:00:00

Leicester City

2

Albrighton 19'

Barbosa Pereira 81'

2 - 1

Manchester City

1

Veiga de Carvalho e Silva 14'

Árbitro
Mike Dean
Matchday centre

Leicester City:

  • Schmeichel
  • Morgan
  • Barbosa Pereira
  • Maguire
  • Chilwell
  • Mendy
  • Choudhury Gray 63’
  • Ndidi
  • Maddison Simpson 78’
  • Vardy Okazaki 88’
  • Albrighton
Suplentes não utilizados
Iborra, Ghezzal, Ward, Evans

Manchester City:

  • Santana de Moraes
  • Delph
  • da Silva
  • Stones
  • Laporte
  • De Bruyne Silva 70’
  • Veiga de Carvalho e Silva Mahrez 83’
  • Gündogan
  • Sterling
  • Sané
  • Agüero
Suplentes não utilizados
Zinchenko, Muric, Walker, Otamendi, Foden

Não tem sido um bom fim de ano para o City. Após sair na frente, a equipe de Pep Guardiola sofreu a virada para o Leicester e, com duas derrotas seguidas, caiu para terceiro na Premier League.

O jogo de hoje era fundamental para o City na briga pelo bicampeonato inglês. Depois da derrota em casa para o Crystal Palace, só a vitória interessava em Leicester. Uma atuação pouco inspirada, porém, deixou a equipe em situação difícil, embora não impossível, na briga pelo título.

O que aconteceu?

O jogo começou morno, com o City tentando controlar a posse de bola, como de costume, e o Leicester buscando os contra-ataques.

Kevin De Bruyne e Sterling combinavam pela direita, enquanto Bernardo Silva e Leroy Sané buscavam os espaços pela esquerda.

Passados dez minutos de jogo, o City já tinha mais de 70% de posse de bola, mas não havia criado nenhuma chance clara para abrir o placar.

Até que aos 14 minutos Sergio Aguero deixou Bernardo Silva na cara do goleiro. O português teve toda a calma do mundo para fazer 1 a 0.

Não era um grande jogo do City, mas a equipe merecia estar vencendo.

Poucos minutos depois, porém, o Leicester empatou a partida. Em rápido contra-ataque, Vardy recebeu na esquerda e cruzou na medida para Albrighton, que livre de marcação deixou tudo igual.

A equipe de Pep Guardiola pareceu sentir o gol, tendo dificuldades para criar no ataque e oferecendo muitos espaços no campo de defesa.

Kevin De Bruyne tentou de fora da área sem sucesso. Aguero, no meio dos zagueiros, tinha poucas chances de finalização. Sané e Bernardo corriam bastante, assim como Sterling, mas o Leicester se defendia bem.

Aos 36 minutos, uma grande chance. De Bruyne deu lindo passe para Sane, que cruzou rasteiro para Aguero chutar por cima do gol.

Antes do intervalo, porém, foi o Leicester que chegou mais perto do segundo gol. Em três oportunidades, o goleiro Ederson salvou o City.

No segundo tempo, as duas equipes começaram mais preocupadas em marcar, intensificando a disputa pela bola no meio de campo.

Aos poucos, o City foi controlando o jogo, mas sem criar chances claras – problema que certamente fará Guardiola perder noites de sono.

A primeira “boa” chance veio aos doze minutos, quando De Bruyne tentou cruzar para Sterling dentro da área – a bola foi bloqueada pelo goleiro.

O City pressionava, roubava bolas no campo de ataque, mas pecava no último passe, abusando dos cruzamentos pelo alto.

Aos 20 minutos, Sterling e Aguero combinaram dentro da área, a bola sobrou para Sané, mas o alemão ficou sem ângulo para a finalização.

Pouco depois, após contra-ataque, De Bruyne deu bom passe para Sané, mas o atacante perdeu o tempo da bola e ela saiu pela linha de fundo.

De Bruyne, que fazia um bom jogo, mas aparentava cansaço, saiu para dar lugar a David Silva, que deu fôlego novo ao City no meio de campo.

Um belo chute de fora da área de Ricardo Pereira, porém, deu um banho de água fria no time visitante. O Leicester fazia 2 a 1 dentro de casa.

Mahrez entrou no lugar de Bernardo Silva, mas pouco mudou.

O City pressionou no final com bolas longas na área, mas não conseguiu o empate no King Power Stadium – e ainda viu Delph ser expulso de campo.

O que isso significa...

A segunda derrota seguida do City na Premier League fez o time cair para a terceira colocação, estacionado nos 44 pontos. O Liverpool, que venceu o Newcastle por 4 a 0, lidera com 51, enquanto o Tottenham, que venceu o Bournemouth por 5 a 0, está na vice-liderança com 45 pontos.

Ao final do primeiro turno, após 19 rodadas, o City acumula 14 vitórias, dois empates e três derrotas – e o melhor ataque com 51 gols.

O que vem a seguir?

Mais um jogo pela Premier League fecha o ano de 2018 do City, contra o Southampton, às 14h15 (12h15 BRT) de 30 de dezembro, fora de casa.

O primeiro compromisso do City em 2019 acontece na quinta-feira dia 3 de janeiro, às 20h (18h BRT), contra o líder Liverpool no Etihad Stadium.

Mais um jogo pela Premier League fecha o ano de 2018 do City, contra o Southampton, às 14h15 (12h15 BRT) de 30 de dezembro, fora de casa.

O primeiro compromisso do City em 2019 acontece na quinta-feira dia 3 de janeiro, às 20h (18h BRT), contra o líder Liverpool no Etihad Stadium.

Notícias da equipe principal

Leicester v Man City: Comentários da partida

Notícias da equipe principal

Pep exige melhor após derrota para o Palace

Crônica da partida

City tropeça em casa diante do Crystal Palace