Sergio Aguero, Gabriel Jesus e Leroy Sané assinam goleada no Etihad!

O que aconteceu?

Intensidade foi o elemento principal num duelo de titãs, que terminou com a primeira vitória do City sobre o Liverpool, desde 2014. E o jejum terminou com uma chuva de gols!

O Liverpool conseguiu dominar os primeiros minutos da partida, mas o City depressa se organizou e aos 16 minutos, Fernandinho esteve muito perto de fazer o primeiro gol do City, ao rematar para o gol que Mignolet defendeu.  

Apesar da pressão exercida sobre ambos os lados, só aos 31 minutos chegou o primeiro gol. Sergio Aguero abriu o placar com uma brilhante assistência de Kevin De Bruyne, mas até então a goleada era impensável. Com este gol, Sergio Aguero se tornou no melhor marcador não-europeu, na história da Premier League, com 124 gols.


                        Goleada com uma mão cheia de gols!

No entanto poucos minutos depois num contra-ataque do Liverpool, Sadio Mané procurou recuperar um lance fora da grande área mas acabou por dar um chute no rosto do brasileiro Ederson. O goleiro/guarda-redes brasileiro sofreu um grande embate com o jogador do Liverpool e acabou por receber assistência em campo, antes de ser retirado de maca e Bravo entrou no seu lugar. Mané acabou por ser expulso e o City aproveitou a vantagem numérica.


                        Goleada com uma mão cheia de gols!

De imediato o City assumiu as rédeas da partida. Gabriel Jesus marcou o segundo gol, mas foi anulado por estar impedido. Minutos depois o atacante brasileiro recebeu um cruzamento de De Bruyne e de cabeça validou o segundo.

O terceiro gol chegou no segundo tempo e foi uma verdadeira delícia! Sergio Aguero poderia ter marcado o seu segundo gol da partida, mas preferiu não ser egoísta. Quando se acreditava que o argentino iria tentar o gol, eis que Aguero elegantemente faz o passe para Gabriel Jesus finalizar.


                        Goleada com uma mão cheia de gols!

Dois minutos depois, Guardiola substituiu o brasileiro por Leroy Sané. Uma ótima decisão. Sané ambientou-se por 20 minutos antes de marcar os seus dois primeiros gols da temporada.

O primeiro contou com a primeira assistência do francês Benjamin Mendy aos 76 minutos. O segundo, foi sem dúvida um golaço já no período de acréscimos/extra. Um remate potente fora da grande área, a entrar pelo canto superior esquerdo e a fechar a goleada da melhor forma possível.  Cinco estrelas!

Momento chave

A bravura do Ederson custou a sua saída antecipada, quando o brasileiro fazia um excelente jogo. Um excelente goleiro/guarda-redes.

O que se segue?

O City dá início ao seu percurso na Champions League, contra o Feyenoord na quarta-feira em terras Holandesas. Sábado estamos de viagem até casa do Watford, pela Premier League.