O City garante o primeiro lugar no Grupo F depois de já ter assegurado a qualificação

Manchester City recebeu esta terça-feira o Feyenoord no Etihad, em mais uma partida para a Champions. Na primeira rodada a equipe de Guardiola bateu o Feyenoord por 4-0.

O City que contava com quatro vitórias em quatro partidas na fase grupos da Champions, recebeu o Feyenoord, que ainda não conseguiu nenhum ponto nesta fase. Apesar de já estarem apurados, os homens de Guardiola pretendiam garantir o primeiro lugar do Grupo F e somar mais uma vitória, às 18 (em 19 partidas) desta temporada.

O que aconteceu?

O Manchester City entrou em campo como se não estivesse já qualificado, apesar de algumas mudanças no onze inicial, a equipe de Guardiola entrou muito bem, dominando o jogo e à procura de fazer gol. O primeiro remate surgiu pelo pé de Danilo quando o relógio já estava perto dos dez minutos. O Feyenoord só conseguiu chegar perto de Ederson ao minuto 15’ mas sem perigo nenhum para a sua baliza.


                        17ª Vitória consecutiva

Com metade do primeiro tempo jogado no Etihad, a equipe da casa já contava uns esmagadores 75% de posse de bola. Apesar de não ter havido grandes chances de gol, os rapazes de Guardiola mantinham a postura e seguravam a posse de bola, tal como nos têm habituado. Mas a paciência dá frutos, e não ia demorar muito até o City fazer gol mas a finalização continuava a vir com má sorte para o ataque de Pep.

O apito suou para intervalo e o placar continuava a zeros. Muito controlo de bola para a equipe do City e um Feyenoord muito defensivo do outro lado. Destaque para Bernardo Silva que, jogando na ala direita, mostrou toda a sua versatilidade e qualidade, apoiando na defesa, meio-campo e ataque,sendo o jogador mais saliente na partida até ao final do primeiro tempo.


                        17ª Vitória consecutiva

O segundo tempo começou com mais força no ataque liderado por Aguero, e com cinco minutos passados, já tinham criado mais chances do que no primeiro tempo. Este ritmo baixou mas o City continuava a ser a melhor equipe em todos os aspetos.

Com 20 minutos passados dos 45’, Guardiola fez a primeira substituição. De Bruyne saiu e Gabriel Jesus entrou em campo para reforçar o ataque. Por esta altura o Feyenoord estava um pouco mais atrevido mas Ederson e a sua defesa estavam à altura.

Foden foi a segunda escolha de Guardiola para entrar em campo, o jovem jogador, com apenas 17 anos, foi considerado à cerca de um mês o melhor jogador do Mundo na categoria de sub-17, muito se espera deste rapaz e muitos torcedores esperavam vê-lo em campo hoje.


                        17ª Vitória consecutiva

O tão esperado gol chegou a três minutos do apito final, Sterling surgiu na frente do goleiro do Feyenoord depois de um grande passe de Gundogan. O ala do City já fez quatro gols na Champions, o que lhe dá uma média de um gol por partida. Ainda houve tempo para mais um jovem entrar em campo, Brahim Diaz, a outra grande promessa da equipe.

A partida chegou ao final no Etihad com o City a somar mais uma vitória às 16, ou seja, a equipe comandada por Guardiola conta neste momento com 17 vitórias consecutivas em todas as competições. Apesar do resultado não mostrar o que aconteceu em campo, foi um bom jogo para Guardiola experimentar novas ligações na equipe. Danilo e Bernardo Silva fizeram-se notar durante toda a partida e mostraram a Guardiola que podem ser boas opções para começar de início. Destaque ainda para oportunidade dada a Foden e Diaz, ambos sub-18.


                        17ª Vitória consecutiva

O Homem do Jogo

Bernardo Silva foi o homem do jogo, fez-se notar no ataque e também ajudou muito na defesa.

O que significa

O Manchester City garante o primeiro lugar do Grupo F com 15 pontos.

O que se segue?

Próximo domingo dia 26 de Novembro, o City vai a casa do Huddersfield para mais uma partida a contar para a Premier League. No dia 6 de dezembro voltamos à Champions, para a última partida da fase de grupos.