Três gols, um pênalti sofrido e uma assistência na conta de Sterling em uma noite mágica de Liga dos Campeões

Apenas 24 horas depois de ter sido indicado ao Ballon D'Or, Sterling produziu mais uma performance espetacular no Etihad.

Além de marcar três gols em apenas 11 minutos, o atacante contabilizou ainda uma assistência para Sergio Aguero e um pênalti sofrido, convertido pelo Kun, na goleada sobre a Atalanta.

Perguntado sobre a atuação de Sterling, Guardiola não conseguiu disfarçar sua admiração.

"Todo o crédito vai para ele. Seu físico é incrível, ele é muito forte", disse o chefe, orgulhoso.

"Ele seria capaz de jogar uma partida no dia seguinte a outra."

"Sua recuperação é incrível. Ele consegue jogar nos dois lados do campo. É um jogador extraordinário."

Durante a conferência, surgiu ainda a questão: Sterling é capaz de ser ainda melhor?

"Depende dele. Seu desejo. Eu acho que ele tem isso, o desejo de melhorar."

Guardiola também não poupou palavras para seu pupilo Phil Foden, que acabou expulso após ter começado como titular.

"Nós sabíamos que ele seria capaz. Pensamos que seria um jogo que teríamos a oportunidade de correr. Phil tem qualidade para ir de área a área com velocidade."

"Ele ainda é jovem, tem muito a melhorar."

"Ele jogou muito bem. A cada minuto ele ganha mais experiência. Jogou em alto nível."

"O jeito como jogou... é um jogador incrível. Nós sabemos que é necessário cautela após um cartão amarelo."

"Ele absolutamente não será multado (pelo cartão vermelho). Nós precisamos pagá-lo pelo que ele jogou!"