Marcando um gol e dando uma assistência na vitória de 3x1 sobre o Peru, Gabriel Jesus foi peça chave na final da Copa América.

O atacante do City jogou um excelente primeiro tempo, ajudando a equipe do Tite a garantir a taça mais importante desde 2007, mas acabou sendo expulso da partida, quando faltavam 30 minutos para o fim do jogo.

Uma noite cheia, mas que acabou da melhor maneira para o nosso jovem atacante (além de Ederson e Fernandinho, que ficaram no banco) e para o Brasil, vencendo a Copa América, depois de 12 anos na fila.

Dos últimos seis gols da Seleção Brasileira, o campeão da Premier League participou cinco vezes, com três assistências e dois gols.

O lance do primeiro gol foi construido com maestria, Gabriel levou a bola para a perna esquerda e cortou dois marcadores, com a perna direita encontrou o Cebolinha na segunda trave sozinho, um cruzamento para ninguém botar defeito.

No primeiro tempo o Peru não ofereceu muito perigo à meta brasileira, mas o empate veio pelos pés de Paolo Guerreiro, em gol de pênalti.

Gabriel Jesus fez o dele para recuperar a liderança na partida. Ele recebeu um passe preciso de Roberto Firmino e finalizou forte, mandando a bola para o fundo das redes.

A noite do jovem de 22 anos azedou, quando aos 20 minutos do segundo tempo, após uma disputa de bola com Carlos Zambrano, tomou o seu segundo amarelo e foi mandado ao vestiário mais cedo.

Enquanto o jogador do City ia aos prantos no túnel para os vestiários, Richarlison selou a vitória com um gol de pênalti, 3x1 para o Brasil.

O apito final marcou o encerramento da partida e também o início da festa brasileira em campo.

Parabéns ao trio do City e à Seleção Brasileira.