quote feed-section sponsor-promos cf show linkedin dugout

Notícias da equipe principal

Vídeo 1 Fotogaleria

Guardiola bate novo recorde no Old Trafford

JOY: Guardiola celebrates as City win 2-0 at Old Trafford

JOY: Guardiola celebrates as City win 2-0 at Old Trafford

Pep Guardiola se tornou o primeiro técnico visitante, a ganhar três partidas seguidas no Old Trafford, pela Premier League.

O City venceu o United por 2x0 em Old Trafford, bateu o seu próprio recorde de gols e Bernardo Silva, completou a sua centésima partida pelo clube!

Um dérbi duro, marcado por muitas faltas, como previa o técnico adversário, durante a semana. Dois times buscando dar o melhor de si, porém a cadência de bola do City, manteve o jogo favorável. Pep Guardiola, trouxe um time bem leve a campo, contando com, David Silva, Bernardo e Sterling.

 

O que aconteceu?

 

PRIMEIRO TEMPO

O City foi ao Old Trafford, para um dos melhores dérbis mundiais. Dessa vez, com apenas quatro jogos para o fim da Premier League, com dois pontos atrás do Liverpool, porém com um jogo a menos.

A partida começou bem truncada e com poucas oportunidades de gol. Com sete minutos, pressionado pelo adversário, Kompany teve que afastar a bola pela lateral. Logo na sequência, levou cartão amarelo por derrubar Rashford, quando partia sem bola para um contra-ataque.

Aos 11 minutos, Bernardo Silva passou a bola pelo meio das pernas de Shaw e depois de uma sequência de passes, a jogada terminou nos pés de Sterling para o disparo, mas a zaga conseguiu salvar. Um minuto depois, surge outra oportunidade para Sterling e por pouco não sai o gol de bola desviada.

ALMOST: David De Gea goes down to clutch Raheem's shot

Sempre respondendo longos tiros de meta, lances rápidos de contra-ataque e chutes de fora da área, o United teve duas oportunidades de marcar, que não ofereceram tanto perigo.

O City buscava manter a posse de bola e aos 18 minutos, Bernardo solta uma bomba de fora da área que explode no peito de De Gea. A força da bola gerou um contra-ataque, mas Rashford estava em posição de impedimento.

Zinchenko fecha a porta para Andreas que o atropela. O árbitro dá cartão amarelo.

Após 30 minutos, já o primeiro tempo estava recheado de faltas. Fred derruba Aguero em um lance de velocidade. O árbitro marca a falta, mas a cobrança não leva perigo. Gundogan derruba Pogba, mas novamente o lance termina com a bola nas mãos do goleiro Ederson.

Quase no final do segundo tempo, Aguero fez o pivô, tabelou com David Silva e a bola chegou em Sterling, que cortou dois e bateu fraco. Era uma grande oportunidade para acalmar os ânimos do dérbi.

 

SEGUNDO TEMPO

Voltamos com tudo para o segundo tempo. Bernardo driblou três jogadores e passou para uma tabela entre David Silva e Sterling. Quase marcamos.

A resposta do United chegou rápido. Depois de uma troca de passes, Pogba chega na nossa intermediária com chances de batidas para o gol. Fernandinho fecha a porta, mas depois da dividida, acaba ficando no chão. Por fim, é substituído por Sané.

Priorizamos a posse de bola e a equipe do United mudou a tática. Recuou os seus 11 homens para marcar no campo defensivo. Após muita pressão, Bernardo recebe a bola dentro da área, corta o Shaw e bate forte no canto. Era o 1x0 para o City, aos 51 minutos.

GOALDEN BOY: Bernardo wheels away in delight after his crucial opener

Com o placar inaugurado, a equipe do United toma outra atitude em campo e busca igualar a qualquer custo. Quase tomamos o troco, em uma troca de passes do United dentro da área de Edreson. Kompany tentou afastar de bicicleta, mas sem efeito. O ataque termina sem sucesso.

O jogo seguiu tenso. Bernardo derruba Pogba na entrada da área, mas a cobrança explode na barreira e o City reganhou a posse de bola.

A entrada de Sané se torna efetiva aos 66 minutos de jogo. Após um passe errado do United, Sterling leva a bola para o contra-ataque e deixa Sané sozinho. A batida com força não possibilita a defesa de De Gea. Assim, batemos o nosso próprio recorde de gols, marcados em uma temporada inglesa. Hoje, temos 157 gols, contra os 156 da temporada de 2013/2014.

DOUBLE DELIGHT: Leroy Sane strikes to fire home our second goal

Com a saída de Andreas, Pogba serve uma bola de bandeja para Lukako, que dispara, mas Ederson consegue defender a batida à queima roupa. Em uma segunda tentativa, dessa vez recebendo a bola de Rashford, Lukako finaliza mal.

Aos 82, o United faz uma dupla substituição, buscando uma alternativa. Sai Lingard entra Sanchez e sai Darmian para a entrada de Martial.

A torcida do City canta sem parar, parece satisfeita com o placar, assim como a equipe. Mantemos a posse de bola por seis minutos, até que Pep renova a equipe. Gabriel Jesus e Danilo substituíram Aguero e Gundogan.

Jogo brigado, mas mantivemos a posse de bola e aproveitamos as oportunidades de maior chance. O placar seguia 2x0 e o City reafirmava a sua luta, e busca do segundo título da Premier League, pelo segundo ano consecutivo.

 

Homem do Jogo: Bernardo Silva

O português, que completou hoje 100 jogos pelo City, marcou seu 22º gol, em todas as competições e com a lesão de Fernandinho, assumiu a posição de volante, mantendo a qualidade do jogo.

 

E agora?

O City ainda tem três jogos pela frente. Compete ponto a ponto com o Liverpool e agora está sem homem de meio, com a lesão de De Bruyne, no jogo passado e com Fernandinho também machucado.

 

O que vem a seguir?

Domingo, dia 28/04 vamos enfrentar o Burnley, fora de casa. Logo após, temos o último jogo em casa, contra o Leicester. E por fim jogamos fora contra o Brighton and Hove!

 

Notícias da equipe principal

United x City: Acompanhe pelo nosso Twitter

Notícias da equipe principal

United x City: Sabemos o que precisamos de fazer!

Notícias da equipe principal

Pep: 'Precisamos descansar e ficar calmos'