quote feed-section sponsor-promos cf show linkedin dugout

Notícias da equipe principal

Vídeo 1 Fotogaleria

Chelsea vs. City: Duelos-chave

PT

PT

O Manchester City viaja a Londres para enfrentar o Chelsea às 17h30 (15h30 BRT) deste sábado, pela Premier League, em busca de manter a invencibilidade e a liderança do campeonato.

Quando visitou o Chelsea na temporada passada, em setembro de 2017, o City de Pep Guardiola fez uma de suas melhores partidas no campeonato. Uma repetição daquele desempenho certamente daria ainda mais confiança para a equipe.

Enquanto nos preparamos para encarar os homens de Maurizio Sarri, analisamos alguns dos principais embates que podem ser cruciais em Londres.

Kyle Walker vs. Eden Hazard

O lateral-direito Walker tem sido novamente fundamental para o City nesta temporada. Sua força e fisicalidade ajudam a dar solidez ao sistema defensivo dos Blues.

Além disso, as subidas de Walker ao ataque e sua capacidade nos cruzamentos dão ao City mais opções na construção de jogadas.

Walker, porém, vai ter que estar em seu melhor no sábado. Diante de toda habilidade e versatilidade de Hazard, os defensores do City precisarão ter muita cautela, especialmente Walker, já que o jogador belga costuma partir da esquerda do ataque em direção ao gol.

O embate entre os dois será provavelmente um dos mais importantes no sábado. Se Walker conseguir neutralizar Hazard, o Chelsea certamente terá problemas para construir as jogadas de ataque.

Fernandinho vs. Jorginho

O duelo entre esses dois meio-campistas pode ser determinante.

Fernandinho é sem dúvida o símbolo da consistência do City na região central do campo, funcionando como um formidável escudo na frente da defesa, além de buscar o ataque quando encontra liberdade para avançar.

Embora não ganhe tanto destaque quanto alguns de seus colegas, a importância do brasileiro na equipe é mais do que apreciada dentro do vestiário dos Blues - especialmente por Pep Guardiola.

Do outro lado, o ítalo-brasileiro Jorginho, que esteve no radar do City na última janela de transferência, será um grande desafio.

O ex-jogador do Napoli começou com tudo na Inglaterra, tanto que deslocou N'Golo Kante de posição.

Jorginho foi peça fundamental no bom início de temporada do Chelsea, por isso anular seu impacto será fundamental para as ambições do City. 

Raheem Sterling vs. Marcos Alonso

Raheem Sterling continua a ter atuações marcantes e tem feito sua melhor temporada pelo City.

Artilheiro da Premier League ao lado de Harry Kane com oito gols, Sterling também lidera no quesito assistências.

E o treinador do City, Pep Guardiola, acredita que o jogador pode render ainda mais.

Além de toda sua capacidade no campo de ataque, Sterling terá de tomar cuidado com as subidas de Alonso, que provavelmente será uma das armas do Chelsea no sábado.

Com seu poder de entrega dentro de campo, o espanhol pode ser uma ameaça ao City, por isso Sterling terá de ficar atento às suas funções defensivas, embora tenha liberdade para explorar o último terço.

Aymeric Laporte vs. Alvaro Morata/Oliver Giroud

O zagueiro francês Aymeric Laporte tem tido ótimas atuações nesta temporada, seguro na defesa e tranquilo para executar passes difíceis e manter a posse de bola.

Dada a forte concorrência na equipe do City, é notável que Laporte tenha começado 14 dos 15 jogos do time neste campeonato inglês.

Depois de ficar no banco na vitória de meio de semana contra o Watford, o zagueiro pode ser uma figura de extrema importância em Stamford Bridge.

Do outro lado, seja com o espanhol Morata ou francês Giroud, o Chelsea certamente terá um centroavante de respeito no sábado.

Morata foi titular na derrota do Chelsea por 2 a 1 contra o Wolves durante a semana, mas Sarri pode optar por Giroud, que também pode ser perigoso.

De qualquer forma, Laporte terá de estar bem concentrado durante os 90 minutos.

Notícias da equipe principal

City recebe duas nomeações ao prêmio de gol do mês

Notícias da equipe principal

Guardiola nomeado ao prêmio da Premier League!

Notícias da equipe principal

Últimas sobre Aguero e De Bruyne