Bernardo Silva juntou o seu nome à lista de marcadores do encontro na partida em que Portugal carimbou passagem à semifinal da Copa das Confederações.


O médio que chegará ao City na próxima temporada ajudou a Selecção das Quinas no triunfo por 4-0 sobre a Nova Zelândia, em partida disputada em São Petersburgo.

Cristiano Ronaldo abriu a contagem da marca de penalidade, antes que Bernardo Silva desse a melhor finalização ao cruzamento de Eliseu, à passagem do minuto 37.

Houve alguma preocupação que a recente aquisição do City tivesse contraído uma lesão no tornozelo, após driblar o goleiro Stefan Marinovic, mas após alguns minutos de ausência, o jogador regressou ao relvado para continuar a partida.

O jogador de 22 anos, considerado como o Homem do jogo, na partida de quarta-feira frente à Rússia, foi mais uma vez instrumental na manobra ofensiva da sua equipe, controlando a posse da bola, e ameaçando por diversas vezes a a defesa adversária com passes em profundidade, à procura dos seus companheiros de ataque.

André Silva fez o terceiro para os portugueses antes de Nani fechar a contagem, numa partida em que Portugal apenas necessitava do empate para seguir em frente na competição. Com esta vitória, Portugal assumiu a primeira posição do seu grupo.

O médio do City foi substituído ao intervalo, naquela que foi uma ação de gestão de esforço por parte do treinados, já a pensar na partida da semifinal. Conecte-se à página ManCity.com para mais informações.

Elencos:

Nova Zelândia: Marinovic, Boxall, Doyle, Durante, Ingham, Lewis, McGlinchey, Rojas, Smith, Thomas, Wood.

Reservas: Moss, Williams, Barbarouses, Brotherton, Colvey, Patterson, Roux, Rufer, Smeltz, Tulloma, Tzimopoulos, Wynne.

Portugal: Patrício, Alves, Eliseu, Moutinho, Pepe, Pereira, Quaresma, Ronaldo, Semedo, André Silva, Bernardo Silva.

Reservas: Beto, José Sé, Nani, Carvalho, Pizzi, Fonte, Gomes, Martins, Neto, Adrien Silva.

Árbitro: Mark Geiger (EUA)