quote feed-section sponsor-promos cf show linkedin dugout

Notícias da equipe principal

Vídeo 1 Fotogaleria

Fernandinho afirma que chegar a Cardiff: "É o nosso objetivo"

ENTREES: Tonight's starters

ENTREES: Tonight's starters

Se existe uma competição de futebol, que capta as maiores atenções em todo o mundo, ela é certamente a Champions League.

Se existem jogos nesta competição europeia, que perpetuarão na memória dos fãs do Manchester City, esses serão, a vitória sobre o Barcelona no Etihad e o 5 a 3 sobre o Mónaco.

Raheem Sterling, Sergio Aguero (2), John Stone, Leroy Sané e a defesa de um pênalti de Caballero, foram ingredientes essenciais, mas não há pão sem fermento e todos os elementos da equipe, forma fundamentais para que este jogo fosse impróprio para cardíacos.

pt

Fernandinho voltou a ser titular. Um jogador versátil, facilmente adaptável, ágil, rápido e inteligente e uma componente chave, nas táticas de Pep Guardiola, jogou como lateral esquerdo e não dececionou.

No final do jogo estivemos conversámos com a nossa estrela brasileira e questionado se este teria sido o melhor jogo da temporada, Dinho afirmou: “Talvez, não sei. Foi um resultado bom e importante para nós. Numa competição difícil, contra um time difícil e muito bem organizado. Sem dúvida nenhuma estamos muito felizes com este resultado e agora é preparar bem o próximo jogo e garantir a classificação em França.”

Como é que defines este jogo com o Mónaco?

“Os jogos da Champions League a este nível são habitualmente assim. Quando uma equipe está a perder, procura sempre dar a volta ao resultado e nós começamos bem o jogo estávamos a vencer, depois eles deram a volta ao resultado, mas o nosso time mostrou força, determinação, muita garra e muita vontade e conseguiu virar o jogo de novo e ganhar. Isso é muito importante para uma equipe que quer chegar às finais de uma competição tão difícil como esta.”

“Esse é o nosso objetivo (chegar a Cardiff). Tínhamos noção de que seria um jogo muito difícil e complicado, mas graças a Deus demos um passo muito importante para o segundo jogo em França e garantir a qualificação.”

Com o jogo frente ao Huddersfield na próxima semana, este resultado dá-nos sem dúvida uma confiança diferente?

“Sem dúvida nenhuma, com o apoio da nossa torcida para este jogo da Copa, vai ser muito importante ter o apoio dos fãs, ganhado esse jogo passamos às quartas de final e esperemos chegar ao Wembley. A Copa da Inglaterra é uma competição muito bonita e nós queremos chegar o mais longe possível. O nosso objetivo é chegar à final.”

O que fizemos de tão diferente hoje, em comparação ao jogo de sábado?

Dinho responde sorrindo: “Gols?! Essa foi a grande diferença. O jogo de sábado (contra o Huddersfield) foi um jogo difícil, complicado, o campo também não ajudou muito, mas contra o Mónaco superámos todas as expectativas e vencemos uma equipe muito forte e bastante boa.”

É possível pensar já na grande final da Champions e Cardiff?



“Temos de ir passo a passo, temos o jogo de volta e o nosso objetivo é conseguir um bom resultado em França e garantir a classificação. Depois pensaremos na próxima fase.”

Sobre Sergio Aguero, Fernandinho não tem dúvidas: “É um jogador bastante importante para nós, a sua história no clube fala por si. O Grabriel chegou muito bem, começou a marcar gols, dando assistências e o Aguero ficou no banco, mas nós nunca duvidámos das suas qualidades. Ele mostrou as suas qualidades, marcando gols mas não só, pela forma como jogou, recuperando bem a bola, correndo, pressionando e ajudando o time. Para uma equipe que quer chegar pelo menos à final da Liga dos Campeões, precisamos desse espírito, independentemente de quem joga ou do seu histórico dentro do clube, é importante fazer isso. Esse ano estamos a mostrar isso e ele, mas do que ninguém abraçou isso.”

Como te sentes em atuar em diversas posições dentro de campo?

“É uma posição diferente, mas o objetivo é sempre dominar a posse de bola e tentar pressionar ao máximo, criando a sensação de uma superioridade numérica. Não estava acostumado, a última vez que me recordo de ter jogado como lateral eu ainda estava nos juvenis. Com o tempo vamos adquirindo experiência, vamos ganhado sabedoria e conseguimos fazer sobressair as questões táticas. Com os dois laterais lesionados e como eu já tinha jogado nessa posição, eu acredito que fui capaz de ajudar o time e o mais importante para mim foi a vitória da equipe, contra um adversário difícil."

!Daqui para a frente não sei qual será a minha posição, mas tenho de tentar sempre dar o meu melhor na minha posição de volante (médio). O que importa são as vitórias da equipe, passar à próxima fase da Liga dos Campeões e garantir a melhor posição na Premier League.”


Notícias da equipe principal

Guardiola: "A lição de hoje é, nunca desistir"

Notícias da equipe principal

Guardiola:"Vai ser complicado"

Notícias da equipe principal

Otamendi: "Quando jogamos em casa, é sempre importante vencer"