EDS e Academia

Chelsea v City EDS Primeira Liga Barclays Sub21

Jordi Hiwula in Croatia with ball MF3B3139
Barclays Premier League
Barclays Premier League
dom 6 out
2
1

Os golos de John Swift e Martin Christensen do Chelsea, marcados na primeira parte, foram suficientes para resolver o encontro,  que decorreu no Oeste de Londres.

Jordy Hiwula marcou o golo pelo City, aos 20 minutos do final da partida, mas os Sky Blues não conseguiram empatar, embora o seu desempenho tenha melhorado significativamente, na segunda parte da partida.

Uma vez que o Norwich City recebia a equipa principal do Chelsea na tarde de Domingo , Stamford Bridge foi o palco para este jogo, o sexto da equipa de Sub21 para a Primeira Liga Barclays do City.

O treinador do City EDS Patrick Vieira, optou por três alterações em relação à equipa que perdeu por 2-0, frente ao Liverpool no dia 23 de Setembro, com Greg Leigh , Marcos Lopes e Albert Rusnak de regresso.

Seis jogadores mantiveram os seus lugares no City, depois da vitória sobre o Bayern de Munique para a Liga da Juventude UEFA por 6-0, incluíndo Jason Denayer e Devante Cole, bem como Lopes que conta já com um hat-trick e que foi capitão de equipa neste jogo.  

lopes v bayern

Enquanto isso, os anfitriões entraram com uma plantel recheado de experiência na primeira equipa, incluíndo Ruben Loftus Cheek , Nathan Ake e Tomas Kalas, fazendo apenas uma mudança na equipa de Sub-19 que venceu o FC de Steaua Bucareste a meio da semana passada.

Os homens de Patrick Vieira procuraram evitar uma terceira derrota consecutiva, mas começaram da pior forma possível, permitindo o primeiro ataque do Chelsea, aos oito minutos de jogo.

Ake direcionou um cruzamento do lado esquerdo que foi recebido por John Swift . A confiança quebrou-se por parte da equipa da casa e só uma grande defesa do guarda-redes Ian Lawlor ao remate de Loftus - Cheek após 20 minutos, impediu que dobrassem a sua vantagem e o City deixou escapar a oportunidade de empatar no minuto seguinte.

Sinan Bytyqi mostrou uma boa mudança de ritmo na ala esquerda e colocou a bola no caminho de Cole, mas o defesa do Chelsea Ake Chelsea atirou-se á bola impedindo estragos maiores.

O City ficou mais forte ao final da primeira meia hora, desfrutando de longos períodos de posse de bola, mas o omnipresente Ake parecia estar sempre à mão para impedir os ataques dos Azuis .

Após a fase inicial do jogo, Denayer e Ellis Plummer pareciam criar fileiras e apertavam constantemente a defesa do City. 

Patrick Vieira in training in Croatia MF3B3078

Um lançamento de canto, fez com que Christensen chegasse ao posto de forma feroz - os defensores do City alegaram fora de jogo, mas os replays mostraram que Lopes estava a jogar ao centro.

Os dois golos que deram a vitória ao Chelsea, refletiu o equilíbrio do jogo.

Vieira fez sua primeira alteração no intervalo, com Adam Drury a entrar no lugar de Shay Facey.

“Aos 2-0, sabia-se que o terceiro golo do jogo seria crucial e o City parecia determinado a obtê-lo com uma visível intensidade, na fase inicial da segunda parte.” AZUL

Em várias ocasiões, Drury conseguiu passar pela equipa do Chelsea pela ala lateral-esquerda tendo feito vários cruzamentos perigosos, mas a equipa da casa defendeu com disciplina e organização de forma a manter os seus dois golos de vantagem, deixando o City frustrado com as suas tentativas.

Hiwula foi substituiu Cole, faltavam trinta minutos para o final da partida, numa tentativa de salvar o jogo, uma mudança que foi recompensada aos 72 minutos, quando o jovem internacional Inglês reduziu o marcador.

mcfc

O jogador Denayer foi fundamental neste jogo, saindo da defesa e fazendo a bola deslizar para o caminho de Drury, que a direcionou para Hiwula que teve a mais simples das tarefas, de rematar na zona da pequena àrea.

A equipa de Vieira bem tentou fazer o golo do empate, com outro dos heróis da Liga da Juventude UEFA, entrando George Glendon, mas começaram a deixar lacunas na defesa, permitindo ao Chelsea explorar ainda mais o marcador, mas Kalas, Baker e Feruz não conseguiram fazer mais.

Lopes, Fofana e Albert Rusnak todos tiveram oportunidades para igualar, mas uma combinação de de um bom guarda-redes e um Chelsea empenhado em defender, permitiu aos Londrinos arrecadar os três pontos, num jogo que poderia sem dúvida ter sido diferente.

A tropa de Elite de Desenvolvimento do City,  volta aos relvados no dia 18 de Outubro, quando receber o Aston Villa no Estádio do Hyde FC.


Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?