Notícias do Clube

Unindo forças para exigir mudanças antes do boicote nas redes sociais

Unindo forças para exigir mudanças antes do boicote nas redes sociais
As empresas de mídia social devem fazer mais para impedir o abuso online. É por isso que, neste fim de semana, a Premier League e nossos clubes se juntarão a outras ligas, órgãos dirigentes e organizações do futebol inglês e do esporte em geral para boicotar as redes sociais e exigir mudanças.

A Premier League e os nossos clubes irão desligar as contas do Facebook, Twitter e Instagram durante uma rodada completa de jogos, das 15h00 (UK) na sexta-feira, 30 de abril, até às 23h59 (UK) na segunda-feira, 3 de maio. A Liga também interromperá a publicação em seu canal do YouTube durante o boicote.

Porque estamos boicotando as mídias sociais?

Queremos que as empresas de mídia social façam mais para evitar o abuso discriminatório online recebido por jogadores e muitos outros em todo o mundo, sem quaisquer consequências na vida real para os perpetradores.

Sabemos que um boicote por si só não erradicará isso, e é por isso que continuaremos tomando medidas proativas para pedir mudanças. Não vamos parar de desafiar as empresas de mídia social até que o abuso online discriminatório seja removido de nosso jogo e da sociedade em geral.

Que mudanças gostaríamos de ver?

Estamos pedindo uma ação significativa das empresas de mídia social, incluindo:

  • Filtragem preventiva e medidas de bloqueio para impedir que o abuso discriminatório seja enviado ou visto.
  • Responsabilidade pela segurança em suas plataformas e proteção dos usuários por meio da implementação de uma verificação eficaz.
  • Garantia de consequências reais para o abuso discriminatório online: banir os perpetradores, interromper o novo registro de contas e apoiar a aplicação da lei.
  • Uma mensagem de aviso a ser exibida se um usuário escrever uma mensagem abusiva e um requisito para inserir dados pessoais se desejar enviar a mensagem.
  • As plataformas devem ter medidas robustas, transparentes e rápidas em caso de envio ou publicação de material abusivo.
  • Relatórios dedicados sobre o trabalho que as empresas de mídia social estão fazendo, interna e externamente, para erradicar o abuso discriminatório em suas plataformas.

Também estamos pedindo ao governo do Reino Unido que garanta que sua Lei de Segurança Online traga uma legislação forte para tornar as empresas de mídia social mais responsáveis ​​pelo que acontece em suas plataformas.

O presidente-executivo da Premier League, Richard Masters, disse: "O comportamento racista de qualquer forma é inaceitável e os abusos terríveis que estamos vendo os jogadores receberem nas plataformas de mídia social não podem continuar.

"A Premier League e nossos clubes estão ao lado do futebol na execução deste boicote para destacar a necessidade urgente das empresas de mídia social fazerem mais para eliminar o ódio racial. Não vamos parar de desafiar as empresas de mídia social e queremos ver melhorias significativas em suas políticas e processos para combater o abuso discriminatório online em suas plataformas."

"O futebol é um esporte diversificado, que reúne comunidades e culturas de todas as origens e essa diversidade torna a competição mais forte. No Room For Racism representa todo o trabalho que fazemos para promover a igualdade, diversidade e inclusão e combater a discriminação."

No início deste ano, a Premier League lançou seu Plano de Ação No Room For Racism, delineando uma série de compromissos que visam criar maior acesso a oportunidades e progressão na carreira para negros, asiáticos e outros grupos étnicos minoritários no futebol, e ações para erradicar o preconceito racial.

Os compromissos se baseiam nas ações já realizadas pela Premier League e pelos clubes para promover a igualdade, a diversidade e a inclusão.

Por meio dos sistemas de monitoramento e relatórios online da Premier League, apoiamos jogadores, dirigentes e suas famílias que sofrem abuso online discriminatório. Tomamos medidas imediatas em todos os casos e investigamos todas as denúncias recebidas, com ações legais tomadas sempre que possível.

Como você pode ajudar?

Ao denunciar o abuso discriminatório online, você pode ajudar a impedir esse comportamento inaceitável e proteger outras pessoas de ver o conteúdo abusivo. Todos têm a responsabilidade de denunciar o abuso online.

Se você sofreu ou testemunhou discriminação nas redes sociais, você pode denunciá-lo por meio do formulário de denúncia online do Kick It Out ou de seu aplicativo de denúncias, que está disponível para iOS e Android. Você também deve informar a força policial local, preenchendo um relatório aqui.

Se você vir uma postagem nas redes sociais que acredita ser discriminatória, pode denunciá-la no site ou plataforma onde foi postada. Eles têm pessoas que irão revisar seu relatório e decidir retirá-lo. Clique nos links relevantes abaixo para saber como relatar para cada plataforma: Facebook | Instagram | Twitter | TikTok | Snapchat | YouTube 

Ver todos os parceiros do clube

Mancity.com

31?
loading